Dinheiro Vivo TV

Oficial. Lisboa recebe final a oito equipas da Liga dos Campeões

A carregar player...

Organismo que rege o futebol europeu escolheu a capital portuguesa para uma inédita ‘final a oito’ equipas da Liga dos Campeões. Guimarães e Porto recebem jogos que faltam dos oitavos de final.

Lisboa vai receber todos os jogos que restam desta época Liga dos Campeões, incluindo a final. O Estádio da Luz substitui o Estádio Olímpico Ataturk, de Istambul, Turquia, como palco da final, mas o Estádio José Alvalade também vai receber jogos. Porto e Guimarães também vão ser palco dos encontros que faltavam dos oitavos de final.

Os quartos-de-final, as meias-finais e a final serão disputados apenas a uma mão, ao contrário do que estavam previsto no início da temporada, entre 12 e 23 de agosto.

A possibilidade da capital portuguesa receber jogos das principais equipas europeias em Portugal deixou os responsáveis desportivos e governamentais em êxtase. A iniciativa da Federação Portuguesa de Futebol envolveu os clubes de Lisboa (Benfica e Sporting), a Câmara Municipal de Lisboa, o Governo e até o Presidente da República, que há duas semanas antecipava uma boa notícia para agosto, referindo-se à final da Champions.

A pandemia colocou o futebol europeu em banho-maria no dia 13 de março e obrigou a mudar o formato da prova mais importante de clubes. A ideia será jogar os quartos-de-final em apenas uma mão, em vez das duas habituais, ao longo de quatro dias seguidos, de 12 a 15 de agosto.

As meias-finais serão a 18 e 19 e a grande final será jogada a 23 de agosto. Os jogos serão divididos pelo Estádio da Luz e o Estádio José Alvalade, com final a ser jogada no recinto do Benfica. É a segunda vez que acontece, depois da final de 2013-14, quando o Real Madrid de Ronaldo, Coentrão e Pepe bateu o Atlético. O jogo foi histórico e deixou a Luz ligada a La Décima (a décima Champions) dos merengues. Um jogo emocionante decidido no prolongamento depois de um golo de Sergio Ramos em cima do minuto 90 ter negado ao Atlético o seu primeiro título de campeão europeu.

O Comité Executivo da UEFA decidiu hoje avançar com este plano para concluir as competições europeias de futebol, após suspensão devido à covid-19, com uma inédita ‘final a oito’ da Liga dos Campeões em Lisboa em cima da mesa.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já disse em 02 de junho que esperava uma “boa notícia” para Portugal no campo do futebol internacional, enquanto a Direção-Geral da Saúde (DGS) assegurou “todas as condições” para acolher a competição.

A final, que vai ditar o sucessor do já eliminado Liverpool como campeão da mais importante prova europeia de clubes, está marcada para Istambul, mas a cidade turca deverá perder esse direito devido ao surto do novo coronavírus no país.

Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain já estão qualificados para os quartos de final, faltando ainda quatro jogos da segunda mão dos ‘oitavos’ (Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea).

Garantindo que não deve ser o próprio “a anunciar”, o chefe de Estado disse, ainda assim, que tinha para agosto “uma vaga sensação” de uma boa notícia, que se foi tornando mais e mais provável com o passar dos dias e que poderia voltar a trazer a Lisboa uma final da ‘Champions’, depois do 4-1 aplicado pelo Real Madrid ao ‘vizinho’ Atlético em 2014.

O plano da Liga Europa também estará em cima da mesa, com um cenário semelhante em que a Alemanha poderá receber os jogos que faltam disputar, também em agosto, assim como a Liga dos Campeões feminina e o reagendamento de provas como o Europeu masculino de sub-21 ou a Liga dos Campeões de futsal.

A nível de seleções, a UEFA também deverá proceder a alterações no calendário do ‘play-off’ de acesso ao Euro2020, entretanto adiado para 2021, do qual sairá o terceiro adversário de Portugal no Grupo F, que já inclui Alemanha e França, quando a imprensa avança que Bucareste, uma das 12 cidades que vai receber jogos, pode ‘cair’.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa,  29/09/2020 - Ursula Von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.
(Paulo Alexandrino/Global Imagens)

Ursula von der Leyen. “Portugal é único e tem agora oportunidades maravilhosas”

Portugal's Prime Minister Antonio Costa speaks during presentation of the European and Portuguese Recovery and Resilience Plans, at Champalimaud Foundation, in Lisbon, Portugal, 29 September 2020. Ursula Von Der Leyen is in Lisbon for a two-day official visit. MÁRIO CRUZ/LUSA

Portugal recorrerá só a subvenções. Empréstimos só quando situação melhorar

ANTONIO COTRIM/ LUSA

Von der Leyen: Instrumento “SURE é um escudo para os trabalhadores e empresas”

Oficial. Lisboa recebe final a oito equipas da Liga dos Campeões