Os cinco concelhos que mais ganharam e perderam população em dez anos

Portugal contabiliza 10 347 892 residentes, menos 214 286 do que há dez anos, um decréscimo de 2%. População está cada vez mais concentrada no litoral.

Na última década, os concelhos de Odemira, Mafra, Palmela, Alcochete e Vila do Bispo foram os que tiveram um crescimento mais expressivo da sua população residente, em termos relativos, indicam os dados preliminares dos Censos 2021 do Instituto Nacional de Estatística (INE)

Odemira com mais com 13,3% (3457 pessoas) e Mafra com 12,8% (mais 9838 residentes), foram os municípios que registaram os maiores acréscimos populacionais na última década, "seguindo-se Palmela, Alcochete e Vila do Bispo com valores entre os 9,6% e os 8,8%", refere o INE.

Pelo contrário, as maiores quedas verificaram-se nos concelhos de Barrancos (-21,8%), Tabuaço (-20,6%), Torre do Moncorvo (-20,4%), Nisa (-20,1%), e Mesão Frio (-19,8%).

Os dados mostram ainda que, tendo em conta os dez municípios mais populosos do País, Lisboa, Porto, Matosinhos e Oeiras perdem população, enquanto os restantes registam crescimentos populacionais, "com o município de Braga a registar o valor mais elevado (6,5%; +11 839 residentes)", refere o INE.

Nos últimos dez anos verificou-se uma movimentação de pessoas do interior para o litoral, agravando os desequilíbrios demográficos no País. "Há uma clara concentração à volta da capital", observou o presidente do Instituto Nacional de Estatística, Fernando Lima, sublinhando que "os territórios do Interior perdem população".

O Algarve (3,7%) e a Área Metropolitana de Lisboa (1,7%) são as únicas regiões que registam um crescimento da população. As restantes regiões viram decrescer o seu efetivo populacional, com o Alentejo a observar a quebra mais expressiva (-6,9%), seguindo-se a Região Autónoma da Madeira (-6,2%).

Mais de 50% em apenas 31 municípios

Nos últimos 10 anos, dos 308 municípios portugueses, 257 registaram decréscimos populacionais e apenas 51 registaram um aumento. Na década anterior tinham assistido a quebras populacionais 198 municípios.

Segundo os resultados preliminares dos censos 2021, cerca de 50% da população residente em Portugal concentrava-se em apenas 31 municípios, localizados maioritariamente nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto.

A fase de recolha dos Censos 2021 decorreu entre 5 de abril e 31 de maio e os dados referem-se à data do momento censitário, dia 19 de abril.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de