Automóvel

Pede para fazer ‘test drive’ e desaparece com Ferrari de dois milhões

800px-Ferrari_288_GTO_(8689997634)

Fez-se passar por um colecionador à procura de um Ferrari 288 GTO de 1985. Foi fazer um 'test drive' e fugiu. Aconteceu na Alemanha.

Um alegado colecionador de carros usou um test drive para fugir com um Ferrari de dois milhões de euros, em Düsseldorf, na Alemanha, noticia a BBC.

O suspeito mostrou interesse em comprar um Ferrari 288 GTO de 1985, foi fazer um test drive e no momento em que o vendedor saiu do carro para a troca de condutores, o homem pisou o acelerador e desapareceu. O carro foi encontrado mais tarde numa garagem.

Segundo a polícia, o “veículo histórico” com 43 mil quilómetros deve valer mais de dois milhões de euros. No anúncio do carro, no site do stand, pode ler-se que em tempos pertenceu ao antigo piloto de Fórmula 1 da Irlanda do Norte Eddie Irvine, que competiu pela Ferrari entre 1996 e 1999.

Para sorte da polícia, o carro de uma vibrante cor vermelha chama tanto a atenção que foi rapidamente encontrado no mesmo dia à noite. Estava numa garagem em Grevenbroich, não muito longe de Düsseldorf. Mas o suspeito continua desaparecido. As autoridades divulgaram uma imagem do homem no stand antes do roubo.

O responsável pelo stand disse a um jornal alemão que trocava chamadas e e-mails com o suspeito há várias semanas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Morreu Alexandre Soares dos Santos, o senhor Jerónimo Martins (1934 – 2019)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (D), agraciou o empresário, Alexandre Soares dos Santos (E), com a Ordem de Grã-Cruz de Mérito Empresarial, no Palácio de Belém, em Lisboa, 20 de abril de 2017. 

Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo condecora Soares dos Santos: empresário de “responsabilidade social”

ng3091740

O dono do Pingo Doce sobre o Estado, a crise e a Europa

Outros conteúdos GMG
Pede para fazer ‘test drive’ e desaparece com Ferrari de dois milhões