Automóvel

Pede para fazer ‘test drive’ e desaparece com Ferrari de dois milhões

800px-Ferrari_288_GTO_(8689997634)

Fez-se passar por um colecionador à procura de um Ferrari 288 GTO de 1985. Foi fazer um 'test drive' e fugiu. Aconteceu na Alemanha.

Um alegado colecionador de carros usou um test drive para fugir com um Ferrari de dois milhões de euros, em Düsseldorf, na Alemanha, noticia a BBC.

O suspeito mostrou interesse em comprar um Ferrari 288 GTO de 1985, foi fazer um test drive e no momento em que o vendedor saiu do carro para a troca de condutores, o homem pisou o acelerador e desapareceu. O carro foi encontrado mais tarde numa garagem.

Segundo a polícia, o “veículo histórico” com 43 mil quilómetros deve valer mais de dois milhões de euros. No anúncio do carro, no site do stand, pode ler-se que em tempos pertenceu ao antigo piloto de Fórmula 1 da Irlanda do Norte Eddie Irvine, que competiu pela Ferrari entre 1996 e 1999.

Para sorte da polícia, o carro de uma vibrante cor vermelha chama tanto a atenção que foi rapidamente encontrado no mesmo dia à noite. Estava numa garagem em Grevenbroich, não muito longe de Düsseldorf. Mas o suspeito continua desaparecido. As autoridades divulgaram uma imagem do homem no stand antes do roubo.

O responsável pelo stand disse a um jornal alemão que trocava chamadas e e-mails com o suspeito há várias semanas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Pede para fazer ‘test drive’ e desaparece com Ferrari de dois milhões