Migração

Portugal recebe mais 23 refugiados vindos do Egipto

(Henriques da Cunha / Global Imagens)
(Henriques da Cunha / Global Imagens)

No total estão no país 127 pessoas no âmbito do programa. Portugal já manifestou disponibilidade para receber até 1.010 pessoas.

Portugal concluiu a primeira fase do programa voluntário de reinstalação do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) com a chegada na quinta-feira de 23 refugiados que estavam no Egito, anunciou o Governo, esta sexta-feira.

Num comunicado conjunto, o ministro da Administração Interna e a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa referem que estes 23 refugiados que chegaram na quinta-feira a Portugal são o último grupo de pessoas que foram entrevistadas no Egito pela primeira missão do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e do Alto Comissariado para as Migrações (ACM) realizada em julho do ano passado.

Segundo o Governo, no total estão em Portugal 127 pessoas no âmbito deste programa.

Na nota, os dois ministros indicam que as 23 pessoas que chegaram na quinta-feira, cinco famílias e duas pessoas isoladas, são oriundas do Sudão, Síria, Sudão do Sul e Etiópia e vão ser acolhidas pelo Conselho Português para os Refugiados, em Loures, e pela Associação Peaceful Parallel, em Coimbra.

Nesta primeira fase do programa voluntário de reinstalação, as 127 pessoas foram acolhidas por entidades como o Centro Português de Refugiados, a associação Peaceful Paralell, a Cruz Vermelha Portuguesa e pelos municípios de Proença-a-Nova, Lisboa, Alvito, Coimbra, Elvas, Gondomar, Loures, Olhão, Sintra, São João da Madeira e Vila Viçosa, adianta a nota.

De acordo com o Governo, a reinstalação consiste num processo de seleção e transferência de refugiados já reconhecidos pelo ACNUR de um país terceiro considerado o primeiro país de asilo, para outro Estado.

Portugal manifestou disponibilidade para receber até 1.010 pessoas provenientes do Egito e da Turquia.

Os dois ministros indicam ainda que estão previstas novas missões do SEF e do ACM no âmbito do programa de reinstalação, realizando-se em março a segunda missão à Turquia, em abril a terceira e última missão ao Egito e, em junho uma terceira missão à Turquia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Portugal recebe mais 23 refugiados vindos do Egipto