Portuguesa Tabaqueira é case study ambiental na Philip Morris Internacional

Até 2025 empresa quer transferir mais de 40 milhões de fumadores adultos para produtos alternativos sem combustão

As boas práticas na área da sustentabilidade elevarem a empresa portuguesa a "caso de sucesso" dentro do universo do grupo internacional Philip Morris.

Na primeira edição do Relatório Integrado, relativo a 2019, que é publicado pela Philip Morris Internacional (PMI) e de que a Tabaqueira é subsidiária, é escolhida como modelo. No documento destaca-se a visão de sustentabilidade do grupo e aponta a portuguesa Tabaqueira como um case study nas mais diversas práticas de desempenho ambiental, social e de governança.

O documento enaltece ainda "o sucesso que a empresa teve na implementação de novos produtos de tabaco aquecido sem combustão no mercado português", nomeadamente o IQOS. São já cerca de 200 mil os portugueses que trocaram os cigarros tradicionais por outras alternativas inovadoras que permitem consumir nicotina de forma menos nociva.

O relatório reforça o objectivo global da PMI de alcançar "um futuro sem fumo". A companhia avança um objectivo ambicioso: até 2025 quer transferir mais de 40 milhões de fumadores adultos para produtos alternativos sem combustão (metade destes provenientes de países que não fazem parte da OCDE).

Miguel Matos, diretor-geral da Tabaqueira, acredita que "uma empresa de tabaco pode mesmo ser sustentável. E reduzir os efeitos nocivos dos produtos de tabaco é o principal contributo que podemos dar para um futuro mais sustentável. Na Tabaqueira, procuramos ter uma visão integrada das práticas de sustentabilidade ao longo de toda a nossa cadeia de valor, uma vez que só assim acreditamos ser possível avançar em direção a um futuro sem fumo".

Acerca do relatório, o gestor afirma que "o facto de a Tabaqueira ser apontada como um case study dentro do universo PMI demonstra o nosso empenho e prova que estamos no caminho certo. Por isso, a prioridade que temos dado a ações de sensibilização ambiental, a programas de segurança do trabalho na nossa fábrica e à gestão eficiente de recursos, como a água".

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de