Rui Rio assume recandidatura no PSD para "evitar grave fragmentação"

O atual presidente do PSD vai recandidatar-se à liderança para "evitar grave fragmentação" do partido e assume também a liderança da bancada

"A minha disponibilidade para servir o PSD e, por seu intermédio, Portugal. É demasiado importante para que a minha decisão possa ser outra. Estou disponível para liderar o PSD e conduzir o partido nas próximas eleições autárquicas". Foi desta forma que Rui Rio anunciou em conferência de imprensa a sua recandidatura ao partido.

Rio, que liderou o partido na pior votação das últimas décadas nas Eleições Legislativas 2019, vai enfrentar as eleições internas e disputar a liderança com Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz no próximo Congresso Nacional em fevereiro.

"A minha não recandidatura pode levar o partido a uma grave fragmentação de consequência imprevisíveis para o seu futuro. O PSD precisa de uma liderança que impeça que se transforme numa força partidária vazia", alerta o atual líder dos sociais-democratas.

Rui Rio anuncia também que vai assumir a liderança da bancada parlamentar do PSD, pelo menos até ao congresso e indica que se a decisão "fosse apenas pessoal, não iria assumir a recandidatura".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de