Tempestade

Tailândia: Embaixada de Portugal alerta portugueses devido a tempestade

Tempestade tropical Pabuk. 04 de janeiro de 2019. REUTERS/Krittapas Chaipimon
Tempestade tropical Pabuk. 04 de janeiro de 2019. REUTERS/Krittapas Chaipimon

Pabuk é a primeira tempestade tropical a atingir esta zona da Tailândia fora da estação das monções em quase 30 anos.

A embaixada de Portugal na Tailândia advertiu esta sexta-feira os portugueses que se encontram nas ilhas do Golfo da Tailândia a “evitarem expor-se a situações de risco” devido à passagem da tempestade Pabuk recomendado “muita atenção”.

Em comunicado, o portal da embaixada aconselha os portugueses a seguirem as indicações das autoridades locais e refere que “o abandono das áreas de risco deverá ser ponderado e decidido pelos próprios”.

“A embaixada de Portugal em Banguecoque está a acompanhar esta situação em cooperação com as autoridades tailandesas e as embaixadas da União Europeia na Tailândia e, caso se torne necessário, tomará as medidas adequadas em coordenação com as entidades referidas”, indica o comunicado.

Centenas de turistas ficaram esta sexta-feira retidos nas ilhas do Golfo da Tailândia, com aeroportos regionais fechados e barcos ancorados devido à tempestade tropical Pabuk, que atravessa o sul do país com chuvas torrenciais e ventos fortes.

São esperadas chuvas torrenciais e ventos fortes em mais de 12 províncias, contudo as de Nakon Si Thammarat e Surat Thani, que incluem as ilhas turísticas de Koh Samui, Koh Tao e Koh Phangan, serão as mais atingidas.

Pabuk é a primeira tempestade tropical a atingir esta zona do país fora da estação das monções em quase 30 anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes. MÁRIO CRUZ/LUSA

Famílias ficam com um pouco mais de salário ao final do mês

Miguel Almeida, CEO da NOS

Comité de Ética da NOS vai ouvir os administradores envolvidos no Luanda Leaks

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de tomada de posse do XXII Governo Constitucional, liderado pelo secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 26 de outubro de 2019. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: É bem-vindo a Portugal todo o investimento no respeito da legalidade

Tailândia: Embaixada de Portugal alerta portugueses devido a tempestade