Escola de Hotelaria em Colares, Sintra, também é um hotel

Escola de Hotelaria de Colares inaugurou a Sarrazola House, com um investimento global de 1,5 milhões de euros em sete anos, tempo da existência da escola que conta com 400 alunos.

Destinado a encontro de empresas, eventos

gastronómicos e workshops, a nova estrutura da escola, que detém 22 quartos e Restaurante/Bar aberto em

permanência, é mais uma alternativa à oferta

turística e empresarial da região de Sintra.

A Sarrazola House, com preços que oscilam

entre os 35 e os 95 euros por noite, quer captar o "público turista que procura Sintra e Cascais e impor-se pela qualidade de serviço, fruto da

formação que proporciona", refere a instituição em comunicado.

Mas a Escola de

Hotelaria de Colares, instalada numa quinta de 12 hectares, produz fruta e legumes para consumo próprio e venda externa, além

de animais e ervas aromáticas, sendo esta uma fonte de rendimento.

Sob a orientação superior e

em regime de aula, a Escola produz pastelaria, principalmente para consumo

interno e produz oito mil pães por semana.

Graças a um protocolo firmado com o Ministério

da Educação, a escola não cobra propinas aos alunos e tem uma

empregabilidade superior a 90%.

Com uma oferta formativa equivalente ao

12.º ano, possui cursos para técnicos de Cozinha e Pastelaria,

Restaurante-Bar, Turismo Ambiental e Rural, Técnico de Higiene e

Segurança no Trabalho e Técnico de Protecção Civil, com um quadro

de 50 Professores/Formadores.

"Neste estabelecimento considera-se o

aluno como o centro de todo o processo educativo e o fim último do

ensino, assumindo-se o compromisso de formar cidadãos de pleno

direito capazes de participar na vida cívica de forma livre,

responsável, tolerante e crítica", frisa a instituição.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de