Estónia está a contratar em Portugal e oferece estadia grátis

A Career Hunt oferece aos candidatos uma visita de cinco dias ao país, ao centro de ciberdefesa da NATO a ida ao maior festival de robótica do mundo.

As empresas nunca tiveram tanta dificuldade em captar talento. Quase metade em todo o mundo revela que encontrar candidatos com capacidades técnicas específicas é um obstáculo. Consciente da tendência, a Estónia lançou uma campanha de recrutamento inovadora, para encontrar especialistas seniores em Tecnologias de Informação (IT) para empresas líder do setor. A Career Hunt oferece aos 20 candidatos escolhidos a oportunidade de visitar a capital (Tallin) e o resto do país durante cinco dias, com tudo pago. O objetivo é dar a conhecer as qualidades da Estónia e atrair talentos.

"Ter simples anúncios de trabalho já não é suficiente. As pessoas são, atualmente, muito mais móveis que antes e os empregadores têm de se esforçar mais para que caminhem na sua direção", afirma Karoli Hindriks, CEO da Jobbatical, um portal de emprego internacional. Nesta campanha há 12 empresas a recrutar, entre elas a Taxify, a Twilio ou a Microsoft, e os interessados podem candidatar-se a mais do que uma vaga.

E as ofertas da Estónia também não ficam por aqui. Para além de visitar o país por cinco dias, os candidatos terão contacto com startups unicórnios, eventos tecnológicos locais, o NATO Cyber Defence Centre e o Robotex, o maior festival de robótica do mundo. Depois de selecionados, podem ainda participar na Career Hunt Week, momento em que são reveladas as condições contratuais.

"Não dizemos que a Estónia é perfeita, mas é um local incrível para trabalhar e viver", lê-se na pagina oficial. Os candidatos selecionados têm assim oportunidade de ter contacto com o país e ficar inspirados quando chegar o momento de tomar uma decisão. As candidaturas estão abertas até 23 de setembro.

A Estónia é considerada um dos maiores hubs tecnológicos mais bem sucedidos do mundo. Estima-se que em 2020, o mercado de trabalho estónio atinja os 37 mil especialistas em Tecnologias de Informação e Comunicação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de