Ryanair volta a contratar a Portugal. Se tem tatuagens, esconda-as

A Ryanair também vem recrutar pessoal de cabine a Portugal. Depois da Emirates, Qatar Airways e easyJet, a low-cost irlandesa escolhe Lisboa e Porto para contratar.

Assim, quem quiser trabalhar para a companhia deverá tentar a sorte no dia 5 de abril, sexta-feira, tanto em Lisboa como no Porto. Mas se não puder estar presente, saiba que no dia 19 deste mês a Ryanair volta.

Inscreva-se aqui

Para ser considerado elegível, terá de cumprir as regras da companhia: As mulheres têm de apresentar uma saia pelo joelho e collants cor de pele; uma t-shirt ou camisa de manga curta. Os homens terão de vestir umas calças de fato e uma camisa de maga curta. As calças de ganga estão estritamente proibidas tal como qualquer tipo de vestuário casual. A empresa não aceita candidatos com tatuagens visíveis e todos têm de ter mais de 18 anos. Além disso devem ser "fisicamente aptos", com alturas entre 1,57 e 1,85 metros, visão normal e que saibam nadar bem. Quem tem falta de vista deverá utilizar lentes de contacto.

Para se candidatar tem de reunir documentação: uma cópia do CV em inglês, passaporte da UE válido por mais de 18 meses a partir desta data e uma fotocópia do passaporte.

Os selecionados vão frequentar um curso de formação e, se passarem, poderão contar com um contrato de trabalho pode chegar aos três anos. Ao contrário do que acontece, por exemplo, com companhias de longo curso, a empresa não oferece estadias no destino, uma vez que a Ryanair assegura uma chegada a casa sem atrasos.

Os trabalhadores tem direito a 20 dias de férias por ano e três folgas por cada cinco dias de trabalho.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de