SWitCH: Converter licenciados para o digital e com estágios pagos

Pós-gradução irá decorrer durante nove meses no ISEP, seguindo-se um estágio remunerado de 12 meses em empresas tecnológicas do Porto

Todos os anos saem das universidades entre Braga e Coimbra cerca de 500 licenciados nas áreas tecnológicas. Ainda assim, há "falta de recursos qualificados" para as empresas tecnológicas que estão a transferir centros de operações e escritórios para o Porto e que contratam logo entre 300 e 400 jovens. Para combater esta situação, arranca no início de setembro o programa SWitCH, uma pós-graduação para dar ferramentas digitais a licenciados em ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

"O SWitCH é o resultado das necessidades das empresas do Porto Tech Hub. Tentámos, enquanto associação, encontrar alternativas aos cursos das faculdades", refere Paula Gomes da Costa, presidente da Porto Tech Hub, associação que se associou ao Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) e à Câmara do Porto.

A pós-gradução irá decorrer durante nove meses no ISEP, seguindo-se um estágio remunerado de 12 meses em empresas, por exemplo, como a Farfetch, Blip, Euronext e Sonae. Está previsto um salário médio no patamar de mil euros. Pretende-se "combater o défice de conhecimentos em áreas como a programação ou outras competências digitais sentida pelas empresas da região".

 

As inscrições para a pós-gradução estão abertas até 30 de junho e será feita, depois, uma "triagem de currículos e de soft skills". As inscrições para o programa deverão custar 2850 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de