Univ. de Coimbra cria curso sobre relação da China com os países lusófonos

O turismo, investimentos, relações comerciais e a iniciativa chinesa da Nova Rota da Seda são alguns dos temas oferecidos pelo novo curso.

A Universidade de Coimbra criou um novo curso para reforçar o conhecimento sobre a relação da China com os países de língua oficial portuguesa. Com este novo curso é possível aprofundar conhecimentos sobre a relação comercial e de negócios entre estes países e ainda aprender as bases do chinês, garante a Universidade.

Durante o curso, que dura apenas um semestre, são abordados temas como as relações comerciais e de negócio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e da União Europeia com a China, o turismo ou o investimento que é feito nestes países.

O curso divide-se em quatro seminários lecionados durante um semestre letivo. É dirigido a atuais e futuros diplomatas, políticos, jornalistas, advogados e a qualquer pessoa que trabalhe numa área que envolva as relações sino-lusófonas e ainda a estudantes universitários que queiram aprofundar conhecimentos nesta área.

A instituição quer "colmatar a falta de conhecimento nesta área", devido à crescente presença da China nos países da comunidade lusófona.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de