Coronavírus

Valor médio das rendas desce em maio face a abril

Fotografia: Arquivo/ Global Imagens
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Comparando com maio do ano passado, o valor por metro quadrado aumentou, mas a um ritmo mais baixo.

O valor médio das rendas em Portugal desceu em maio, face ao mês de abril, quando já se faziam sentir em pleno os efeitos e o impacto da pandemia de covid-19.

“O valor médio das rendas de habitação registou uma variação mensal de -0,2%, valor inferior em 0,3 pontos percentuais ao registado no mês anterior, indica o Instituto Nacional de Estatística (INE) no destaque divulgado esta sexta-feira, 12 de junho.

“A única região com a variação mensal positiva foi os Açores, com uma taxa de 0,3% tendo as restantes regiões registado valores negativos, sendo a Madeira, com uma taxa de -0,8, a região com o valor mais baixo”, refere o gabinete de estatística.

Já a rendas das casas por metro quadrado aumentaram 2,7% em maio face ao mesmo mês de 2019, taxa inferior em 0,4 pontos percentuais à de abril, destacando-se a subida em Lisboa.

“A variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi 2,7% em maio de 2020, taxa inferior em 0,4 pontos percentuais à apurada no mês anterior”, indica o INE, acrescentando que “todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas das rendas de habitação, tendo Lisboa registado o aumento mais intenso (3,2%).

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Valor médio das rendas desce em maio face a abril