Imobiliário

Acciona. Depois da Graça, espanhóis compram prédio na Estrela

Jardim da Estrela, Lisboa Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Jardim da Estrela, Lisboa Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Grupo imobiliário espanhol admite que Portugal é um mercado de forte aposta a par da Polónia

Regressou a Portugal no final do ano passado para a construção de 100 habitações na Graça e, agora, acaba de comprar um prédio de habitação no bairro lisboeta da Estrela para reabilitar. O valor do negócio não é conhecido mas, em entrevista ao Cinco Dias, Álvaro Tejero, diretor internacional da empresa espanhola, admite que Portugal é um dos mercados de forte aposta.

“Neste novo período de crescimento queremos reforçar a nossa presença internacional”, disse em entrevista ao diário espanhol, admitindo que a empresa quer reforçar em destinos onde já está presente e “entrar em novos países da Europa e América Latina”.

Debaixo do olho da imobiliária espanhola estão a República Dominicana, Costa Rica, Panamá ou Ucrânia e República Checa. Atualmente tem operações em Espanha, México e Polónia e, desde o final do ano passado, em Portugal.

A empresa entrou no mercado nacional em parceria com a Clever Red para construir 100 casas e um miradouro em Lisboa, num investimento avaliado em 40 milhões de euros.

“Em 2017 e 2018 voltamos em força a este negócio [imobiliário] e estamos a dar um impulso para equilibrar também o negócio imobiliário”, diz Tejero, que tem cerca de 750 habitações em construção em Espanha.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EDP_ENGIE2

EDP e Engie investem até 50 mil milhões para serem líderes em eólicas no mar

EDP_ENGIE2

EDP e Engie investem até 50 mil milhões para serem líderes em eólicas no mar

Da esquerda para a direita: Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado das Finanças, Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

OCDE. Dinamismo das exportações nacionais tem o pior registo da década

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Acciona. Depois da Graça, espanhóis compram prédio na Estrela