Conversas grupo SIMAB

Torrestir investe 45 milhões de euros na renovação da frota e nova sede

Fernando Manuel Torres da Torrestir. 

(Orlando Almeida / Global Imagens)
Fernando Manuel Torres da Torrestir. (Orlando Almeida / Global Imagens)

Tudo começou com o avô do administrador Fernando Torres nos anos 60. Hoje, a família Torres lidera uma empresa que fatura 200 milhões de euros, em Portugal e lá fora.

É um negócio de família que hoje vai além-fronteiras e sempre com a ambição de crescer. Fernando Torres é a terceira geração na Torrestir, uma empresa que no ano passado teve um volume de negócios de 200 milhões de euros e que aposta em diferentes áreas para continuar a marcar a diferença e dar um leque de opções completo ao cliente.

“Nós temos várias áreas de negócio. A maior é o transporte e distribuição a nível nacional, de pequenos, médios e grandes volumes, distribuídos por 15 plataformas, desde Trás-os-Montes, Vila Real, ao sul, em Silves. Depois temos o lado internacional, com a parte do transporte por camião, a parte transitária, tudo o que seja aéreo e marítimo. Estamos na área dos legumes e frutas, onde temos uma empresa que faz o transporte desses produtos”, explicou o administrador de 41 anos.
O grupo aposta ainda nas operações logísticas. Está presente na área dos contentores (Contentorres) e na indústria farmacêutica (Torrespharma).

Com duas mil pessoas empregadas, Fernando Torres explica que quer continuar a ver a empresa crescer. “Investimos todos os anos com capitais próprios. É um dos valores de família que nos foram transmitidos, investir na empresa o que esta gera”, realçou. “Neste ano temos projetado investir cerca de 45 milhões de euros, na aquisição, aumento e renovação da frota, e numa nova sede em Braga. Também investimos cerca de 1,3 milhões de euros em novo software de gestão e abrimos a nova plataforma de Matosinhos, a maior que temos”, acrescentou. No Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) será construído “um armazém com cerca de três mil metros quadrados para a área de farma e cinco mil metros quadrados para a área de frutas e legumes”.

Estar no MARL tem sido importante na estratégia da Torrestir, destacando-se, segundo Fernando Torres, por ser uma zona estratégica, que está à entrada de Lisboa, perto da zona oeste, com excelentes acessos. Mas o administrador falou ainda das condições que o mercado oferece: “Segurança, instalações, infraestruturas, apoios, restaurantes, tudo o que tem é importante.”
Fora de Portugal, Fernando Torres referiu como prosseguem as negociações para a abertura de uma empresa no Leste da Europa: “Temos estado a crescer no setor automóvel e aquela zona ali é central, é importante. Vamos começar a fazer operações logísticas, de armazenagem para o setor automóvel, como temos na Alemanha.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro. ( Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Conheça a composição do novo Governo de António Costa

António Costa, primeiro-ministro. ( Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Conheça a composição do novo Governo de António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Centeno adia esboço orçamental de 2020 até quarta de manhã

Outros conteúdos GMG
Torrestir investe 45 milhões de euros na renovação da frota e nova sede