Conversas grupo SIMAB

Loures Inova a abrir portas a novos empresários

Loures, 6/1/2020 - António Pombinho, vereador da Camara Municipal de Loures responsável pela Divisão de Economia e Inovação, no gabinete Loures Inova, situado no Mercado Abastecedor de Lisboa (MARL).
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
Loures, 6/1/2020 - António Pombinho, vereador da Camara Municipal de Loures responsável pela Divisão de Economia e Inovação, no gabinete Loures Inova, situado no Mercado Abastecedor de Lisboa (MARL). (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Uma rede de colaboração do tecido empresarial trabalha para ajudar novas ideias a ganhar vida.

Os quase três anos de Loures Inova, meia centena de startups ganharam vida, algumas tornaram-se independentes em poucos meses, outras estão em pleno processo de ganhar o seu espaço no mercado competitivo em dois setores: o agroalimentar e a logística. Um dos objetivos do Loures Inova foi precisamente motivar quem tenha uma ideia a não ter medo de falhar e tentar torná-la realidade. “Temos capacidade empreendedora, nós portugueses somos muito bons nisso”, salientou António Pombinho, chefe de gabinete do presidente da Câmara Municipal de Loures, um dos parceiros do Loures Inova.

O Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL) e a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa completam a parceria, mas a colaboração para que o Loures Inova possa contribuir para o arranque de novas empresas ou para projetos de inovação de empresas já existentes, vai muito além destas três entidades. “A ideia é que o Loures Inova, enquanto representante do ecossistema de inovação de Loures, seja participado por todas as empresas do tecido económico do concelho que queiram participar, por um conjunto alargado de universidades e contamos com a colaboração de diversas entidades da administração pública, IAPMEI [Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação], AICEP [Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal] e Agência Nacional de Inovação”, explicou. “O que nós estamos a fazer é dar maior importância às ideias inovadoras que qualquer pessoa possa ter e tentar contribuir que tenham melhores condições de chegar ao mercado.”

Procurado maioritariamente por jovens, o Loures Inova contribui para ajudar a simplificar o processo de não só criar uma empresa mas também de a tornar viável e de triunfar. “Aqui encontram a possibilidade de ter um conjunto de informação qualificada e adaptada ao seu caso, que passa, por exemplo, por questões de ordem formal e legal, que têm de ser tidas em conta através do contacto do parceiro que melhor esteja em condições de desenvolver o seu projeto. É uma informação que as empresas normalmente não têm e esse é o nosso papel muito importante.”

O Loures Inova dispõe de espaços de incubação física no MARL, mas também é possível fazer uma incubação virtual. António Pombinho destacou ainda o trabalho de mentoria. “Aquilo que é talvez o mais diferenciador é a possibilidade de termos empresários, académicos, gente muito qualificada que fazem mentoria com os projetos que estão a ser acompanhados pelo Loures Inova.” Caso as empresas decidam ficar no MARL, encontram vantagens “no sentido de lhes proporcionar as melhores condições possíveis para que possam desenvolver-se”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Venda do Novo Banco é “um não-assunto” para o Fundo de Resolução

Loures Inova a abrir portas a novos empresários