Prémio Inovação NOS

Carlos Oliveira: “Contexto é ótimo” para transformação digital

Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga e da Startup Braga. Fotografia: Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens
Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga e da Startup Braga. Fotografia: Paulo Jorge Magalhães / Global Imagens

Responsável da Startup Braga lembrou que na incubadora "não são aceites projetos que não sirvam no estrangeiro"

O atual contexto em Portugal é o ideal para promover a transformação digital nas empresas. As palavras são de Carlos Oliveira, presidente da Startup Braga e da InvestBraga, que esteve esta quinta-feira na conferência sobre transformação digital promovida no âmbito do Prémio Inovação NOS.

“O contexto atual é ótimo para a transformação digital por duas razões. “Temos excelente talento e capacidade na área do digital, graças à formação em universidades como a do Minho; por outro lado, temos as empresas a olhar esta transformação não como um fator sobrevivência mas sim de crescimento. Se quiser vender produtos na Europa e Estados Unidos tenho de apostar no canal digital”, assinalou Carlos Oliveira.

A região de Braga acolhe atualmente multinacionais como a Bosch, que deverá, em breve, exportar mil milhões de euros em componentes multimédia para a área automóvel. Este é mesmo considerado um “ótimo exemplo de uso de tecnologia na indústria 4.0”.

O líder da Startup Braga assinalou também que nesta incubadora “uma das preocupações desde a fundação é que as empresas existam para ter clientes e para resolver problemas pelos quais as pessoas estão dispostas a pagar”.

O responsável lembrou ainda que na Startup Braga “não são aceites projetos que não sirvam no estrangeiro”. Portugal é “um ótimo lugar para testes, com pouco risco”. Só que uma startup quiser começar a crescer “tem de ir para outros mercados”.

As declarações de Carlos Oliveira foram feitas no âmbito da terceira conferência da segunda edição do Prémio Inovação NOS – em parceria com o Dinheiro Vivo e a TSF -, que decorreu em Braga, no INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Carlos Oliveira: “Contexto é ótimo” para transformação digital