Coronavírus

Covid-19. Chicco vai doar 750 intercomunicadores a hospitais portugueses

02.06_Chicco

Chicco vai doar mais de 750 intercomunicadores com câmara aos hospitais, para responder às necessidades de equipamentos de comunicação na pandemia.

A marca italiana de puericultura vai doar mais de 750 intercomunicadores com câmara aos hospitais e unidades de saúde em Portugal, para responder às necessidades de equipamentos de comunicação nos hospitais.

“Neste momento, todos os esforços para ajudar os profissionais de saúde no combate ao Covid-19 são importantes. Desde há várias semanas a marca tem recebido e respondido a diferentes pedidos de ajuda de diferentes pontos do país. Assim, no sentido de conseguir chegar da forma mais rápida e alargada possível, a Chicco criou uma linha de apoio direto aos Hospitais e Unidades de Saúde que, neste momento, possam necessitar de intercomunicadores para as suas unidades”, indica a marca.

Os pedidos podem ser enviados através do email pt.chicco.next2you@artsana.com, sendo pedido aos hospitais e unidades de saúde que indiquem a quantidade de intercomunicadores necessária, o modelo de preferência, indicação da unidade e o contacto para entrega. Estarão disponíveis três modelos: um intercomunicador com câmara com duas-vias de comunicação (Baby Monitor Deluxe); intercomunicador com câmara com uma via de comunicação (Baby Monitor Smart) e aind o Intercomunicador áudio com duas-vias de comunicação (Baby Monitor Audio First Dreams).

A Chicco disponibiliza-se também para assegurar as entregas dos intercomunicadores em todo o país, incluindo também Madeira e Açores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Miguel Stilwell de Andrade
(Álvaro Isidoro/ Global Imagens )

EDP nomeia Miguel Stilwell de Andrade para CEO interino

Sede da EDP 
(Gerardo Santos / Global Imagens)

CMVM suspende negociação da EDP e da EDP renováveis

(DR)

Covid-19 empurra 10,9% compras no super. Gastou-se 4,6 mil milhões até junho

Covid-19. Chicco vai doar 750 intercomunicadores a hospitais portugueses