Millennium Horizontes

Couro Azul: o salto para os assentos dos automóveis

(Pedro Granadeiro/Global Imagens)
(Pedro Granadeiro/Global Imagens)

A Couro Azul deu um salto nos últimos anos, tendo passado de um volume de negócios de 20 milhões de euros em 2012 para 73 milhões de euros em 2016.

A vencedora na categoria Grandes Empresas Exportação cresceu ainda em número de colaboradores: de 180 colaboradores em 2012 para cerca de 500 em 2017.

“Até há quatro anos o core business da empresa era a produção de couro para volantes. Mas hoje essa atividade tem um peso de cerca de 50%, sendo o restante distribuído pelo couro para assentos de automóvel.”

A exportação representa cerca de 90% do volume de negócios e é sustentada por uma rede de agentes comerciais residentes na Suécia, no Reino Unido, em França e na Alemanha (que cobre a República Checa e a Polónia) e mais recentemente nos EUA e na China.

Com conclusão prevista para o próximo ano, “a empresa está a investir seis milhões de euros em novos equipamentos e na expansão de área industrial em oito mil metros quadrados, diz, orgulhoso, Pedro Carvalho, CEO da Couro Azul.

Criada em 1989 como resposta do Grupo Carvalhos à necessidade de diversificação para o setor automóvel, a Couro Azul tinha até essa data os seus clientes nos setores do calçado e da marroquinaria.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Couro Azul: o salto para os assentos dos automóveis