EurAfrican Forum

EurAfrican Forum em Cascais para aproximar África e a Europa

ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA
ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Duas dezenas de líderes europeus e africanos do mundo empresarial, político e da sociedade civil participamno 1.º EurAfrican Forum, em Cascais.

Duas dezenas de líderes europeus e africanos do mundo empresarial, político e da sociedade civil participam hoje no 1.º EurAfrican Forum, em Cascais, arredores de Lisboa, com o objetivo de criar confiança e construir pontes entre os dois continentes.

O evento, organizado pelo Conselho da Diáspora Portuguesa, pretende contribuir para um futuro “próspero e sustentável” em África e na Europa, aproveitando sinergias e promovendo oportunidades de negócio com benefícios mútuos, valorizando sobretudo as novas gerações, de acordo com a organização.

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, vai moderar um painel institucional sobre as perspetivas políticas para as relações futuras entre Europa e África, em que participam representantes de Angola, Cabo Verde, Argélia, Senegal e Tunísia, entre outros países.

A realização do encontro em Cascais “evidencia e reforça o papel de Portugal como ponte privilegiada entre a Europa e África”, segundo um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

O presidente do Conselho da Diáspora Portuguesa, Filipe de Botton, adiantou que vão estar também em destaque questões como a partilha de recursos e infraestruturas entre os dois continentes, de forma a criar um “efeito multiplicador” e gerador de riqueza, a “aceleração da quarta revolução industrial em Árica e a promoção das “diásporas africanas”.

Entre os oradores contam-se Mariéme Jamme, fundadora de I Am The Code; Sophia Bekele, presidente da CBS International e fundadora e diretora executiva da DotConnectAfrica; Kola Karim, fundador e presidente do Shoreline Group; Hitesh Anadkat, presidente do First Merchant Bank; Saran Kaba Jones, fundadora e presidente da Face Africa e Manuel Mota, presidente da Mota-Engil África, entre outros.

O fórum é presidido pelo ex-primeiro-ministro português, ex-presidente da Comissão Europeia e atual presidente não executivo do banco Goldman Sachs, José Manuel Durão Barroso.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Franceses, britânicos e italianos foram os que mais pediram o estatuto de residente não habitual. Fotografia: D.R.

Residentes não habituais aumentaram 83% no último ano e meio

O turismo está a impulsionar o investimento hoteleiro no país. Fotografia: D.R.

Vão abrir portas mais 44 hotéis em 2019

António Pires de Lima

Nova plataforma quer colocar gestores experientes ao serviço das empresas

Outros conteúdos GMG
EurAfrican Forum em Cascais para aproximar África e a Europa