Futebol domina top de programas mais vistos desde o início do ano

O grupo IPG Mediabrands, através da agência Initiative, e em parceria com o Dinheiro Vivo, faz a antevisão e divulgação das audiências de todos os jogos do Euro 2020 transmitidos em sinal aberto.

Portugal, junho de 2021. A Seleção Nacional de futebol vai estar presente pela sétima vez numa fase final do Euro e, pela primeira vez, entra como detentora do título. A equipa comandada por Fernando Santos deu boas indicações nos jogos de preparação transmitidos pela RTP1 e vai começar a competição determinada a manter a taça em Portugal.

A emissão dos últimos jogos amigáveis de Portugal frente à Espanha e Israel captaram o interesse dos portugueses. Em termos de perfil, estes últimos jogos de Portugal foram vistos tanto por homens como mulheres, com idades desde os mais jovens aos mais velhos. E é esta transversalidade que acaba por ser um incentivo para as marcas, que aproveitam o interesse do público para reforçar o apoio à Seleção através de campanhas relacionadas, quer de forma direta pelos patrocinadores oficiais do evento, quer das restantes marcas de diferentes categorias que aproveitam o momento para captar a atenção dos consumidores.

Numa partida equilibrada onde a bola não quis entrar nas balizas, os portugueses mantiveram-se interessados e sintonizados na RTP1, que terminou o dia com um share de 15.3%, +3.9 ​​​​​​​p.p. face à média mensal de maio. A partida foi vista, em média, por mais de 1.3 milhões de portugueses a que correspondeu um share de 37%. No dia 9 de junho jogou-se o derradeiro jogo de preparação. A Equipa das Quinas venceu Israel por quatro bolas a zero e deixou boas indicações para a competição que se aproxima.

Em média, foram mais de 1.6 milhões de portugueses que assistiram à partida. Nesse dia a RTP1 alcançou o terceiro melhor resultado do ano (ficando apenas atrás do dia 24 de março, dia do jogo de qualificação para o Mundial 2022 Portugal x Azerbaijão e do dia 6 de junho, final do Europeu de Sub-21 e subiu à segunda posição dos canais mais vistos com um share de 16.7%, +5.3 p.p. face à média de maio.

RETROSPETIVA DAS AUDIÊNCIAS TELEVISIVAS NAS ÚLTIMAS GRANDES COMPETIÇÕES

Na análise às edições anteriores, verifica-se que as audiências televisivas estão algo dependentes da prestação da Seleção Nacional, bem como o cariz decisivo do jogo. Assim, se analisarmos em retrospetiva as duas últimas grandes competições, percebe-se que a presença da equipa portuguesa nos jogos, quase que duplica a audiência média da transmissão dos mesmos.

No Europeu de França, em 2016, a RTP1 foi o único canal de televisão aberto a transmitir os jogos da competição, que no final culminou com a consagração inédita de Portugal como Campeão da Europa. Durante o período da competição, a RTP1 aproximou os seus valores de share da TVI, líder na altura. A prestação da equipa foi aumentando o entusiasmo e as audiências em torno da competição, em especial os decisivos para a equipa nacional, culminando com uma performance histórica tanto para a Seleção, como para a estação pública.

Em 2018, SIC e RTP1 repartiram esforços na transmissão dos jogos do Mundial, que terminou relativamente cedo para a Equipa das Quinas. Eliminados nos oitavos de final pelo Uruguai, a audiência média dos jogos em que participou Portugal atingiu mais de 2.7 milhões de telespectadores, algo distante dos 3.2 registados no vitorioso Euro 2016. O interesse dos portugueses pelos restantes jogos também foi inferior ao registado em 2016, pela maior disparidade nos períodos de transmissão das partidas do Mundial, uma vez que o pontapé de saída de vários jogos se deu às 14 horas. Mesmo com a transmissão dos jogos do Mundial, a TVI manteve a liderança nesse período da competição.

TVI, RTP1 E SIC DIVIDEM ENTRE SI A TRANSMISSÃO DE 25 JOGOS DO EURO 2020

Os três principais canais generalistas portugueses partilham os direitos de transmissão televisiva dos jogos da Seleção Nacional no Euro 2020. A TVI, que até ao adiamento oficial da competição iria ficar com a totalidade dos direitos televisivos, fica este ano com a transmissão de 12 partidas da competição, estando entre elas o jogo de abertura, Turquia x Itália, e o Alemanha x Portugal a contar para a 2.ª jornada da Fase de Grupos. A RTP1 vai emitir oito partidas, entre elas a final e o derradeiro jogo do grupo de Portugal, onde a Seleção Nacional defronta a França, num jogo que reedita a final de 2016. Já a SIC, fica a cargo da transmissão de cinco partidas, estando entre elas o Hungria x Portugal.

De referir ainda que nos primeiros dez dias do mês, a SIC tem mantido a liderança de canais. Com um share de 20.2%, a estação de Paço de Arcos regista um gap de 3.8 p.p. para a TVI e 7.3 p.p. para a RTP1. Ainda assim, a estação de televisão pública revela uma performance positiva, ao superar em +1.5 p.p. o share acumulado no mês de maio, estando esta subida relacionada com a transmissão dos jogos amigáveis da Seleção Nacional e com os jogos da fase final do Europeu Sub-21.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de