Lisbon Mobi Summit

Lisboa debate novas formas de mobilidade em janeiro

Victor Ribeiro (CEO do Global Media Group), José Carlos Lourenço (COO do Global Media Group), António Coutinho (Administrador EDP Comercial), Ricardo Tomaz (Diretor de Marketing Estratégico e Relações Externas, SIVA), Franco Caruso (Responsável da Comunicação e Sustentabilidade, Brisa) e Paulo Humanes (Director of Global Stategic Business Development, PTV
Planung Transport). Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens
Victor Ribeiro (CEO do Global Media Group), José Carlos Lourenço (COO do Global Media Group), António Coutinho (Administrador EDP Comercial), Ricardo Tomaz (Diretor de Marketing Estratégico e Relações Externas, SIVA), Franco Caruso (Responsável da Comunicação e Sustentabilidade, Brisa) e Paulo Humanes (Director of Global Stategic Business Development, PTV Planung Transport). Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

Lisbon Mobi Summit vai juntar os quatro lados da mobilidade: cidades, redes, tecnologia & negócios e cidadãos

De Lisboa para o mundo para discutir novas formas de mobilidade. Esta é a principal ambição da cimeira Lisbon Mobi Summit, que foi apresentada esta terça-feira na sede da EDP e que vai arrancar no final de janeiro. Este evento é organizado pelo Global Media Group (GMG) – dono do Dinheiro Vivo – e conta com o apoio da EDP, da Volkswagen e da SIVA.

“Queremos colocar Lisboa no mapa da mobilidade”, destacou José Carlos Lourenço, responsável operacional do GMG, durante a conferência de imprensa. O Lisbon Mobi Summit vai dividir-se em dois grandes momentos: a fase de “warm up” decorre de 26 a 28 de janeiro com debates, workshops e experiências para o público na Central Tejo; em setembro, decorre o principal evento, com quatro dias recheados de discussões, partilha de experiências e testes com veículos elétricos e híbridos.

A cimeira dedicada à mobilidade começa em 2018 em Lisboa mas o objetivo é estender o evento a nível mundial nos próximos anos. “É um evento aberto a Lisboa e ao mundo”, acrescentou José Carlos Lourenço.

A capital portuguesa foi escolhida como o epicentro deste encontro da mobilidade por ser a “cidade híbrida perfeita: tem um sistema de transportes razoavelmente completo, ao mesmo tempo que há uma grande dependência de carros”, resumiu Franco Caruso, responsável pela comunicação da Via Verde, do grupo Brisa. Mas Portugal ainda tem um longo caminho a percorrer.

Os carros 100% elétricos só representam pouco mais de 1% das vendas, segundo os dados da ACAP. Para a Volkswagen, “os incentivos à compra destes veículos têm de ser mais ambiciosos”, destacou Ricardo Tomaz, diretor do departamento de marketing da SIVA, a importadora da marca para o mercado nacional.

O Mobi Summit vai juntar os quatro lados da mobilidade: cidades, redes, tecnologia & negócios e cidadãos, que vão discutir, por exemplo, os impactos da condução autónoma no emprego, a importância das infraestruturas de carregamento para carros elétricos e a partilha de automóveis. Temas cruciais numa altura em que os transportes consomem “25% das emissões globais”, lembrou António Coutinho, responsável da EDP Comercial.

O evento também vai servir para reunir as principais empresas desta indústria, personalidades internacionais de referência nesta área e as maiores startups dedicadas à mobilidade e energia nacionais e estrangeiras

A cimeira servirá também para a apresentação de várias novidades na área da mobilidade, garantiram a EDP e a SIVA, importadora da marca Volkswagen para Portugal, durante a conferência de imprensa. Será ainda divulgado o Global Mobi Awards, organizado pela Motor24, para distinguir as melhores soluções de mobilidade.

As inscrições para o Lisbon Mobi Summit já estão abertas e podem ser feitas através desta página. Leia aqui tudo sobre o Lisbon Mobi Summit.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL A. LOPES/LUSA

Governo reconhece progressões a 344 mil trabalhadores, pelo menos

Faria de Oliveira, presidente da APB

APB garante que bancos vão refletir Euribor negativa nos créditos à habitação

Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos. REUTERS/Leah Millis

Trump põe tudo na mesa. Parada na guerra com China sobe para 500 mil milhões

Outros conteúdos GMG
Lisboa debate novas formas de mobilidade em janeiro