Millennium Horizontes

Oli: autoclismos para a Europa do Sul

(Pedro Granadeiro/Global Imagens)
(Pedro Granadeiro/Global Imagens)

Exporta 80% da produção para a Europa. Itália, França e Alemanha estão entre os seus principais mercados. Em Itália e na Alemanha mantém filiais e na Rússia possui uma fábrica.

Fundada em 1954 em Aveiro, a Oli é a maior produtora de autoclismos da Europa do Sul. Marca global de soluções de banho, a empresa portuguesa vencedora na categoria Grandes Empresas Inovação está presente em 70 países de cinco continentes.

É na fábrica em Esgueira, Aveiro, que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana, que se assegura a produção semanal de 39 mil autoclismos e de 159 mil mecanismos. A unidade é exemplo de sucesso, tendo há 23 anos massificado a produção da dupla descarga do autoclismo, reduzindo o consumo de água na ordem dos 50%. Uma inovação que nasceu em Aveiro e hoje é exportada para as casas de banho de todo o mundo.

Ainda para reduzir o consumo de água, António Oliveira, presidente da Oli, destaca a Azor Plus, que ajuda a poupar até 9 litros de água por dia e reduzir em 2% a fatura mensal. No ano passado a Oli inaugurou um novo laboratório de testes de vida com água da chuva. Nos 72 postos de ensaio são realizados testes inovadores com águas calcária, marítima e da chuva.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Oli: autoclismos para a Europa do Sul