Conversas grupo SIMAB

Santos e Vale investe para continuar a crescer

António Azevedo Ataíde, diretor de comunicação da Santos e Vale.
António Azevedo Ataíde, diretor de comunicação da Santos e Vale.

Empresa de transporte, distribuição e logística quer reforçar infraestruturas, frota e número de trabalhadores no próximo ano.

A caminho dos 40 anos de atividade, a Santos e Vale foi acrescentando áreas de negócio, procurando sempre estar na vanguarda, mas tendo como foco principal a proximidade ao cliente. Tudo começou na área do transporte, passando depois a contar também com a distribuição e mais tarde a logística integrada. É uma empresa que prevê continuar a crescer, aumentando as suas infraestruturas, frota e podendo assim reforçar os postos de trabalho.

Atualmente são mais de 700 colaboradores, alguns especializados em certas áreas, já que a empresa aborda diferentes serviços como o agroalimentar, matérias perigosas e higiene e limpeza, por exemplo. “Neste momento temos 17 plataformas de distribuição e cinco de logística integrada na Península Ibérica, mas principalmente em Portugal”, explicou António Azevedo Ataíde, diretor de comunicação e marketing da Santos e Vale. Só em Portugal são feitas mais de seis mil entregas diariamente.

Quando tudo começou em 1982, a aposta foi no transporte, mas a distribuição tornou-se o core business da empresa, tendo entrado no modelo de negócio da Santos e Vale em 1990. A aposta na logística integrada arrancou em 2002 e tem sido essencial para o recente crescimento: “No ano passado tivemos 30 milhões de euros de faturação, em 2017, 26 milhões, e até ao final deste ano está prevista uma faturação de 36 milhões, o que é muito animador.”

A Santos e Vale quer continuar a crescer e reinveste “quase todo o resultado líquido”. “Todos os anos a empresa investe capital, muito em frota, imagem, informática. São áreas que sabemos que são fundamentais para o negócio. Neste ano houve um investimento de três milhões só em frota”, explicou. “No próximo ano nós contamos crescer em infraestruturas, em frota e em pessoas e isso leva a novos clientes. Novos clientes, mais faturação. É tudo um ciclo económico”, acrescentou.

Perante a concorrência, há que ter fatores diferenciadores e António Azevedo Ataíde não hesita em destacar o da Santos e Vale: a proximidade. “Nós tentamos, desde o primeiro contacto até ao desenho de uma operação logística integrada, estar próximo do cliente. Nós temos gestores de clientes dedicados a cada conta. Há um ponto de contacto único para não haver informação dispersa. O cliente sente que sempre que quer falar com a Santos e Vale, consegue”, afirmou.

Apesar das perspetivas positivas, há que estar atento às possíveis dificuldades tanto no contexto económico nacional como no internacional. Por isso, a empresa tem “algum cuidado na análise do futuro”, tentando dentro do possível estar preparada para o que possa acontecer.

Presente nos mercados abastecedores das regiões de Évora e Braga, geridos pela Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores (SIMAB), António Azevedo Ataíde considera que a ligação à SIMAB “é quase uma obrigatoriedade” tendo em conta as áreas de negócio da Santos e Vale. “Garante-nos também alguns dos fatores mais importantes que qualquer empresa que queira oferecer ao cliente um serviço de excelência tem de ter: acessibilidades, proximidade e segurança. E, portanto, para nós estarmos nos polos em que estamos faz todo o sentido termos tido bons resultados. Acredito que seja uma aposta para continuar.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von Der Leyen no discurso do Estado da União. EPA/OLIVIER HOSLET

Regra europeia poria salário mínimo português nos 663 euros

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Santos e Vale investe para continuar a crescer