Tech for Peace Award

Tecnologia para o bem no mundo vai ser premiada

1

O Tech for Peace Award foi apresentado na Web Summit. O prémio, criado pela Give Peace a Voice e pela KPMG Portugal, em parceria com a Startup Portugal, visa incentivar e reconhecer a tecnologia que contribua para construir um mundo melhor.

Identificar, reconhecer e apoiar projetos-negócio de base tecnológica que contribuam para um mundo melhor. É esta a missão do Tech for Peace Award, uma iniciativa da associação Give Peace a Voice e da KPMG Portugal em parceria com a Startup Portugal. “Esta ação enquadra-se na estratégia global da Give Peace a Voice de promover a paz através de todos os meios necessários e de provar que a paz é, sem dúvida, um negócio – no sentido de criar verdadeiro valor e com impacto positivo – rentável e sustentável”, explica Nuno Olim Marote, fundador da Give Peace a Voice.

O prémio é dirigido a todas startups e empresas de qualquer nacionalidade e o primeiro vencedor será anunciado daqui a um ano, na Web Summit 2020. Na altura, o projeto-negócio distinguido receberá um troféu desenhado por Joana Vasconcelos, que criará uma obra original para o efeito. A artista, que se distinguiu ao levar A Noiva (lustre elaborado a partir de tampões o.b.) à Bienal de Veneza em 2005, foi a primeira mulher e a mais jovem artista de sempre a expor no Palácio de Versalhes, obtendo o recorde de visitantes dos últimos 50 anos naquele local: 1,6 milhões de pessoas em apenas três meses.
Focado no ecossistema nacional, mas aberto a empresas e a startups de outras nacionalidades, o Tech For Peace Award distingue-se pelo carácter inovador. A iniciativa é, de acordo com os seus criadores, “uma forma de distinguir as mais impactantes, inovadoras e inspiradoras soluções tecnológicas orientadas para a promoção da paz e de um mundo melhor”.

“Os fundadores de startups dedicam-se a resolver grandes problemas que ajudam a sociedade a evoluir. A preservação da paz é, sem dúvida, uma das áreas a nível global em que esta comunidade pode e deve desenvolver projetos. Este prémio vai no sentido de reconhecer soluções criadas para apoiar todos os que se dedicam ao tema da paz em todo o mundo, nas suas várias vertentes”, refere João Borga, diretor da Startup Portugal.

Durante a apresentação do prémio, que contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, de Paddy Cosgrave, fundador da Web Summit, e dos promotores e parceiros do Tech For Peace Award, Sikander Sattar, o presidente do conselho de administração da KPMG Portugal sublinhou a importância destas iniciativas no atual contexto mundial. “Na KPMG entendemos a sustentabilidade e a responsabilidade social como pilares de continuidade do nosso negócio e do futuro do planeta. Assumimos, todos os dias, o compromisso de contribuir para um mundo melhor, em parceria com os nossos colaboradores e alumni, clientes e parceiros. É, por isso, que nos associamos a esta iniciativa com grande entusiasmo, reforçado ainda pelo facto de o seu mentor ser um alumni da KPMG”, afirmou o responsável.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lagarde centeno coronavirus

BCE. Portugal está amarrado aos bancos outra vez e isso é mau

Fotografia: Mário Cruz/EPA

Presidente da República acompanha preocupação sobre retoma de rotas da TAP

avião da TAP

PS desafia TAP a corrigir plano de rotas áreas que “lesa interesse nacional”

Tecnologia para o bem no mundo vai ser premiada