5G

5G: EUA dizem que Huawei criou “porta traseira” para espionagem chinesa

(EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA)
(EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA)

Governo chinês terá acesso a uma "porta traseira" dos telemóveis da Huawei desenhadas para espionagem, de acordo com funcionários norte-americanos.

Governo chinês terá acesso a uma “porta traseira” dos telemóveis da Huawei desenhadas para espionagem, de acordo com funcionários norte-americanos citados pelo jornal The Wall Street Journal.

O diário, segundo a AP, cita funcionários anónimos da Administração de Donald Trump, que desde há meses apela a todos os países do mundo para que não utilizem os equipamentos e tecnologia da Huawei no desenvolvimento das suas redes 5G.

O argumento assenta em que os produtos da empresa chinesa representam um risco para a segurança, considerando que a fabricante tem vínculos muito estreitos com o Governo chinês.

Segundo o The Wall Street Journal, funcionários norte-americanos afirmam que a Huawei Technologies pode aceder secretamente às redes de telemóveis em todo o mundo através de “portas traseiras” desenhadas para serem utilizadas pelas forças de ordem pública.

Os serviços de inteligência norte-americanos apontam que a Huawei teria tido essa capacidade secreta durante mais de uma década, disseram funcionários dos Estados Unidos, enquanto a Huawei rejeita essas acusações.

Os Estados Unidos comunicaram no final do ano passado estes e outros detalhes aos seus aliados, incluindo o Reino Unido e Alemanha.

Esta foi uma mudança tática por parte de Washington, que no passado tinha argumentado que não precisava de apresentar provas contundentes da ameaça que a Huawei representaria para a segurança dos países.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa-19/12/2019  - Conferencia de Antonio Mexia ,CEO da EDP. 
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Chinesa CTG vende 1,8% da EDP

(A-gosto.com/Global Imagens).

PSD indisponível para viabilizar alteração à lei para aeroporto do Montijo

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Novo Banco: Estado como acionista só dilui posição do Fundo de Resolução

5G: EUA dizem que Huawei criou “porta traseira” para espionagem chinesa