aviação

Computador a bordo para os EUA? Já é possível na Emirates e Turkish Airlines

Foto: EPA/ALI HAIDER
Foto: EPA/ALI HAIDER

Os EUA anunciaram medidas de segurança adicionais que implicam uma verificação mais demorada dos passageiros e aparelhos eletrónicos

De acordo com as empresas de aviação Emirates e Turkish Airlines os Estados Unidos levantaram a proibição de transportar computadores portáteis e outros aparelhos eletrónicos de grandes dimensões a bordo dos aviões provenientes do Dubai e Istambul.

A decisão surge três dias depois de as mesmas restrições terem sido retiradas à Etihad Airways no aeroporto internacional de Abu Dhabi.

Com voos para 12 cidades norte-americanas, a Emirates, a maior companhia aérea do Médio Oriente, culpou as proibições impostas pelo presidente Donald Trump pela queda na procura nos voos com destino aos Estados Unidos. Como consequência, a empresa com sede no Dubai cortou pelo menos cinco voos com destino a cidades americanas desde maio, apesar de já ter admitido que a procura está a crescer de novo em algumas rotas.

Em comunicado, a Turkish Airlines anunciou também que os passageiros a voos para os EUA já podem transportar os seus computadores portáteis a bordo do avião, em vez de serem obrigados a despachar os aparelhos eletrónicos na bagagem de porão. O CEO Bilal Eksi espera que seja levantada em breve a mesma proibição que se aplica aos voos para o Reino Unido.

Em março, os EUA aplicaram estas restrições a voos provenientes de 10 aeroportos em 8 países – Egito, Marrocos, Jordânia, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Kuwait, Qatar e Turquia – por receios de que pudessem ser escondidas bombas em aparelhos eletrónicos transportados a bordo dos aviões.

A 29 de junho, os EUA anunciaram medidas de segurança adicionais nos voos que se dirigem para o país e que implicam uma verificação mais demorada dos passageiros e aparelhos eletrónicos para deteção de eventuais engenhos explosivos. Estas medidas irão afetar diariamente 325 mil passageiros a voar em 180 companhias aéreas em 280 aeroportos em todo o mundo, disse o Departamento de Segurança Interna.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Moratórias bancárias estendidas até final de setembro de 2021

Computador a bordo para os EUA? Já é possível na Emirates e Turkish Airlines