Orçamento

Petróleo. Angola quer receitas de 14.600 milhões em 2019

A economia de Angola está muito dependente do petróleo. Fotografia: D.R.
A economia de Angola está muito dependente do petróleo. Fotografia: D.R.

Angola pretende, em 2019, produzir 573 milhões de barris de petróleo, garantindo receitas fiscais para o Estado de 5,158 biliões de kwanzas (14.600 milhões de euros).

De acordo com dados do relatório de fundamentação da proposta de Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2019, o Governo estima a exportação de cada barril de crude a um preço médio a 68 dólares, face aos 50 dólares inscritos nas contas de 2018.

Devido à recuperação da cotação do crude no mercado internacional nos últimos meses, o Governo angolano estima fechar o ano de 2018 com uma cotação média de 71,9 dólares por cada barril exportado.

Incluindo LNG (gás natural liquefeito), o Governo angolano estima a produção, em 2019, de 608,6 milhões de barris de petróleo.

A produção média diária de petróleo bruto em 2019 será de 1,57 milhões de barris – em linha com a média dos últimos dois anos -, acrescida de 100.000 barris diários de LNG, na estimativa do Governo inscrita na proposta de OGE.

Angola é o segundo maior produtor de petróleo em África, atrás da Nigéria, e tem vindo a apresentar um declínio de produção em alguns campos.

Este Orçamento, que ainda terá de ser discutido e votado, até dezembro, na Assembleia Nacional, contempla despesas e receitas no montante de 11,345 biliões de kwanzas (32.340 milhões de euros), um aumento absoluto de 17,1% relativamente ao OGE de 2018.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

BCP

BCP propõe distribuir 30 milhões em dividendos

Miguel Maya, CEO do Millennium Bcp.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Lucro do BCP sobe mais de 60% para 300 milhões em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Petróleo. Angola quer receitas de 14.600 milhões em 2019