Brexit

Cenário de não acordo para brexit “mais provável do que nunca”, diz Tusk

Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu. Fotografia: EPA/DOMENIC AQUILINA
Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu. Fotografia: EPA/DOMENIC AQUILINA

A chanceler alemã, Angela Merkel, acerscenta que para já um acordo "parece um pouco mais difícil outra vez".

É um novo revés nas negociações entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido para definir os termos do brexit e as palavras do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, são elucidativas.

“Devemos manter-nos esperançados e determinados, uma vez que há boa vontade de ambas as partes para prosseguir estas negociações. Mas, ao mesmo tempo, responsáveis como somos, temos de preparar a UE para um cenário de ausência de acordo, que é mais provável do que nunca”, lê-se na carta-convite que Tusk dirigiu aos chefes de Estado e de Governo da UE para o Conselho Europeu de quarta e quinta-feira em Bruxelas.

Considerando tratar-se do “momento da verdade” nas negociações em torno do brexit, Tusk sublinha todavia que o facto de a União Europeia se dever preparar de forma responsável para o cenário de um “não acordo” não significa que não devam ser feitos “todos os esforços” para alcançar o melhor acordo possível para todas as partes.

Lembrando que o objetivo traçado há sensivelmente um mês na cimeira de Salzburgo era alcançar o máximo de progressos e resultados com vista a ser possível “fechar” um acordo neste Conselho Europeu de outubro, Tusk aponta que, “tal como as coisas estão hoje, tal revelou-se mais complicado do que alguns esperariam”.

Merkel menos otimista

A chanceler alemã, Angela Merkel, também comentou o momento difícil nas negociações entre Londres e Bruxelas. “Nós estávamos realmente muito esperançosos de que iríamos conseguir selar um acordo”, mas “no momento, parece novamente um pouco mais difícil”, afirmou Merkel perante a Federação do Comércio Externo da Alemanha.
A chanceler alemã está, contudo, ainda confiante num acordo para uma saída “suave” do Reino Unido do clube do 28, afirmando que será “necessário um pouco mais de subtileza e se não formos bem-sucedidos esta semana, teremos de continuar a negociar.”
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Centeno: Excedente reflete “dinâmica da economia e esforço de investimento”

Outros conteúdos GMG
Cenário de não acordo para brexit “mais provável do que nunca”, diz Tusk