Companhias aéreas

Agência condenada por inflacionar preços de malas de porão da Ryanair

Fotografia: Direitos Reservados
Fotografia: Direitos Reservados

A agência de viagens online vendia malas de porão da Ryanair a preços inflacionados e voos com sobretaxas encobertas.A prática ilegal já foi condenada

A CheapTickets vendia, a preços inflacionados, malas de porão da companhia aérea Ryanair, com quem não tinha qualquer tipo de acordo comercial. A agência online alemã vende também bilhetes de avião da companhia com sobretaxas.

O Tribunal Regional de Hamburgo manifestou-se e ordenou a cessação das atividades praticadas pela Travix – entidade que opera o website da CheapTickets. Em comunicado lê-se que, o Tribunal ordenou que a Travix suspendesse a prática inflacionada dos preços de bagagem de porão da Ryanair – vendidos acima do valor oficial cobrado pela companhia low cost irlandesa.

A CheapTickets, que continua a vender bilhetes da Ryanair com sobretaxas, está também proibida de referir a nomenclatura “taxa da companhia aérea”. Esta proibição foi feita porque a Ryanair não mantém qualquer acordo comercial com a agência online alemã.

Pouco depois da condenação por parte do Tribunal Regional de Hamburgo, a Ryanair felicitou a decisão do Tribunal.

Esta é uma vitória importante para os consumidores, particularmente para aqueles que têm sido sujeitos a taxas adicionais de websites de comparação de tarifas como o CheapTickets.de, e continuaremos a tomar medidas para prevenir que os consumidores europeus sejam ludibriados” referiu Robin Kiely, Chefe de Comunicações da Ryanair, sobre a decisão do Tribunal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

App TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

Agência condenada por inflacionar preços de malas de porão da Ryanair