Alemanha

Confiança dos investidores melhora em janeiro

Evolução é sustentada pela confiança dos consumidores e pela melhoria da situação na Europa e nos Estados Unidos.

A confiança dos investidores a médio prazo na economia alemã melhorou em janeiro sustentada pela confiança dos consumidores e pela melhoria da situação na Europa e nos Estados Unidos.

O Centro para a Investigação Económica Europeia (ZEW) informou esta terça-feira que o índice de confiança dos investidores na Alemanha melhorou em janeiro para 20,4 pontos, mais três pontos do que em dezembro de 2017.

“Os resultados do inquérito atual mostram uma perspetiva otimista para a Alemanha na primeira metade de 2018”, segundo o presidente do ZEW, Achim Wambach.

O consumo privado poderá impulsionar o crescimento nos próximos seis meses, segundo os inquiridos, que valorizaram agora melhor a situação económica na Europa e nos Estados Unidos do que em finais de 2017, adianta Wambach.

A avaliação da situação atual na Alemanha subiu 5,9 pontos para 95,2 pontos, um máximo histórico desde que começaram a ser feitos os inquéritos em dezembro de 1991.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
Confiança dos investidores melhora em janeiro