Fotogaleria

França: As manifestações de sábado em números e imagens

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

O aumento dos impostos sobre os combustíveis e o agravamento do custo de vida têm levado os franceses para as ruas desde o dia 17 de novembro.

Este é um balanço das manifestações dos ‘coletes amarelos’ ontem por toda a França, com especial concentração em Paris, cidade que registou a maior agitação popular desde os protestos civis em 1968.

O aumento dos impostos sobre combustíveis e o consequente agravamento do custo de vida têm levado os franceses para as ruas desde o dia 17 de novembro em protestos, com manifestantes a pedir a demissão do presidente Emmanuel Macron.

O governo francês avalia numa reunião urgente, este domingo, se vai impor o Estado de Emergência para travar os distúrbios, que terão a mão de grupos de radicais que se terão infiltrado nas ações de revolta popular.

  • 136.000 pessoas participaram em manifestações em toda a França, segundo dados do Ministério do Interior francês.
  • 10.000 pessoas protestaram em Paris, segundo as autoridades.
  • 263 pessoas ficaram feridas em França, cinco das quais em estado grave. 81 dos feridos são agentes policiais.
  • 133 feridos só em Paris, dos quais 23 polícias.
  • Um condutor foi morto em Arles (Bouches-du-Rhone)
  • 682 pessoas foram detidas, tendo 630 ficado sob custódia da polícia.
  • 412 pessoas foram detidas só em Paris e 378 pessoas ficaram na prisão.
  • – Entre os detidos, a polícia identificou uma maioria pertencente à extrema-esquerda e extrema-direita, bem como cidadãos dos subúrbios que aproveitaram para saquear lojas.
  • 9.861 granadas de dispersão, incluindo de gás lacrimogéneo, foram atiradas contra os manifestantes em Paris.
  • 136.800 litros de água foram disparados pelos canhões da polícia.

Fonte: Reuters

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fiadores tendem a ser idosos

Pensões sobem em janeiro entre 0,8% e 1,5%, com mínimo de 6 euros

Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Valor máximo do subsídio de desemprego sobe 16 euros em 2019

José Neves, CEO da Farfetch. Fotografia:  REUTERS/Toby Melville

Farfetch compra empresa de calçado desportivo por 250 milhões

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
França: As manifestações de sábado em números e imagens