Internacional

Os países mais jovens. Catalunha será o próximo?

Dinheiro Vivo25_ Os Países mais jovens do mundo

Conheça a lista completa dos países mais jovens, de acordo com a Forbes.

A Catalunha poderá tornar-se no mais jovem país do mundo, depois do presidente do governo catalão, Carles Puigdemont, ter declarado a indepenência ontem, em Barcelona: “Como resultado do que aconteceu no referendo de 1 de outubro, a Catalunha ganhou o direito a ser independente. Assumo o mandato do povo para que a Catalunha se converta num estado independente em forma de República”

No entanto, o presidente catalão pediu para que o Parlamento suspenda a declaração de independência “algumas semanas” de forma a chegar a uma solução negociada com Madrid. “Os resultados têm que ser tidos em conta na época de diálogo que estamos dispostos a assumir”, afirmou.

O artigo 155.º da Constituição espanhola, nunca usado, prevê a suspensão de uma autonomia e dá ao Governo central poderes para adotar “as medidas necessárias” para repor a legalidade.

Caso a independência da Catalunha se torne uma realidade, o Sudão do Sul será então destronado como o mais jovem país do mundo, depois de ter declarado a sua independência face ao Sudão em julho de 2011, depois de uma violenta guerra civil no país, decisão que foi amplamente reconhecida pela comunidade internacional. Neste momento, e de acordo com a Forbes, o Kosovo é a segunda nação mais recente, tendo anunciado a sua independência face à Sérvia em fevereiro de 2008.

Já em junho de 2006, a União da Sérvia e Montenegro dividiu-se em dois novos e independentes países, ocupando ainda o terceiro e quarto lugar na lista das nações mais recentes. Conheça a lista completa dos países mais jovens, de acordo com a Forbes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

Costa: “Depois deste ano nada poderá ficar como antes”

Mário Centeno, ministro das Finanças, com Pierre Moscovici, comissário europeu. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Governo promete a Bruxelas ser bom aluno em 2018

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Mínimo de existência acaba com IRS para 54 mil recibos verdes

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Os países mais jovens. Catalunha será o próximo?