Alemanha

Queda da produção automóvel na Europa afeta economia alemã

Portugal poderá estar a produzir 200 mil carros por ano em 2019.
Portugal poderá estar a produzir 200 mil carros por ano em 2019.

A quebra de produção na indústria automóvel deveu-se aos problemas que teve na adaptação à nova norma de homologação harmonizada na Europa.

O Bundesbank considera que a economia alemã começou o trimestre de verão de forma débil porque a indústria automóvel reduziu a produção devido aos problemas que teve na adaptação à nova norma de homologação harmonizada na Europa.

No boletim mensal de setembro, publicado, o Bundesbank afirma que a debilidade da economia alemã no verão se deveu sobretudo à queda da “indústria, especialmente, da indústria automóvel, que reduziu fortemente a produção em julho”.

Segundo o Bundesbank, para esta redução da produção contribuíram os problemas da implementação da nova norma de homologação de emissões e consumo, que entrou em vigor em 01 de setembro na Europa para os novos veículos matriculados e é conhecida como WLTP, siglas em inglês de Worldwide harmonized Light vehicles Test Procedure.

Os testes são mais exigentes e fazem-se em estrada, em condições reais de utilização, diferentemente do anterior ciclo NEDC, siglas em inglês de New European Driving Cycle.

Contudo, o Bundesbank adianta que a confiança das empresas é boa e melhorou recentemente, segundo o inquérito do Instituto de Investigação Económica alemão Ifo, que sublinha que a Alemanha atravessou “uma fase de contração temporária” e que o auge económico se vai manter intacto.

O Bundesbank destaca que a produção do setor da construção mantém uma notável tendência para a expansão e que também se registam impulsos positivos para a conjuntura de setores dos serviços, que aumentam o emprego.

“Quando se superarem os problemas no setor automóvel, o ritmo de expansão de toda a economia poderia aumentar de novo fortemente”, sustenta o Bundesbank.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: DR

IMI baixa para mais de 24 mil famílias que pediram reavaliação

NOS

Avaria na rede da NOS afetou milhares de clientes

Bandeira de Angola

Ex-presidente do Fundo Soberano de Angola libertado

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Queda da produção automóvel na Europa afeta economia alemã