Brasil

Salário mínimo no Brasil aumenta para cerca de 225 euros

Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro 
(à esquerda), e o ex-presidente Michel Temer. 01 de janeiro de 2019. REUTERS/Sergio Moraes
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (à esquerda), e o ex-presidente Michel Temer. 01 de janeiro de 2019. REUTERS/Sergio Moraes

O decreto fixa o salário mínimo brasileiro em 998 reais. O valor do salário mínimo fica abaixo dos 1006 reais previstos no orçamento para este ano.

O recém-empossado presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, aprovou, horas depois da sua investidura, o aumento do salário mínimo para 998 reais (cerca de 225 euros) em 2019, naquele que foi o seu primeiro ato legislativo.

O decreto fixa o salário mínimo dos trabalhadores brasileiros em 998 reais (224,8 euros) para 2019, o que representa um aumento de 4,61 % relativamente a 2018.

Em números absolutos, o salário mínimo cresce 44 reais (cerca de 9,9 euros) face aos atuais 954 reais (214,8 euros).

Apesar do aumento, o valor do salário mínimo fica abaixo dos 1006 reais (cerca de 227 euros) estimados pelo Governo cessante de Michel Temer no orçamento de Estado para este ano.

A diferença entre o valor inicialmente estimado no orçamento e o valor aprovado é justificado pela diminuição das estimativas da inflação, uma das variáveis incluída na fórmula de cálculo do salário mínimo no Brasil.

O reajuste do salário mínimo é tradicionalmente decretado nos últimos dias de dezembro, mas o presidente cessante Michel Temer decidiu delegar o assunto no novo chefe de Estado, investido no cargo a 01 de janeiro e que definiu o valor poucas horas depois da tomada de posse.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
ExpoDubai2020 2

Uma smart city no meio do deserto. Bem-vindos aos bastidores da Expo Dubai 2020

ExpoDubai2020 2

Uma smart city no meio do deserto. Bem-vindos aos bastidores da Expo Dubai 2020

Lisboa-13/11/2019  - Lic’nio Pina (Presidente do CrŽdito Agr’cola Mœtuo), convidado da entrevista A Vida do Dinheiro.
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Licínio Pina: “Os bancos têm abusado um bocadinho, há comissões para tudo”

Outros conteúdos GMG
Salário mínimo no Brasil aumenta para cerca de 225 euros