estados unidos

Trump promete “flexibilidade” nas tarifas para os “verdadeiros amigos” dos EUA

Donald Trump. Fotografia: Scott Morgan / Reuters
Donald Trump. Fotografia: Scott Morgan / Reuters

Donald Trump, comprometeu-se hoje a ser flexível com os "verdadeiros amigos" do país no que diz respeito à imposição de tarifas aduaneiras.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comprometeu-se hoje a ser flexível com os “verdadeiros amigos” do país no que diz respeito à imposição de tarifas aduaneiras sobre as importações de aço e alumínio.

“Precisamos de proteger e construir as nossas indústrias de aço e alumínio, ao mesmo tempo que mostramos grande flexibilidade e cooperação com aqueles que são os nossos verdadeiros amigos e nos tratam de forma justa no comércio e na defesa”, disse o chefe de Estado norte-americano numa mensagem colocada no Twitter.

O presidente dos EUA suscitou o protesto de vários países, na semana passada, após anunciar que vai impor taxas aduaneiras de 25% para as importações de aço, e 10%, para as de alumínio.

Face às reações do Canada, União Europeia e China, Trump ameaçou os parceiros comerciais com “impostos recíprocos”, e garantiu que as guerras comerciais são “boas e fáceis de ganhar”.

A medida deverá ser anunciada em concreto até este fim de semana e, segundo a Casa Branca, seria generalizada, sem exceções para nenhum país, mas na quarta-feira um porta-voz da presidência admitiu que Trump poderá isentar o México e o Canadá do pagamento de impostos sobre as importações de alumínio e de aço.

“Pensamos que o Presidente assinará alguma coisa até ao final da semana. Existem possíveis isenções para o México, para o Canadá (…) e, talvez, para outros países”, disse a porta-voz Sarah Sanders, citada pela agência AFP.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Carlos Costa. Fotografia: Filipa Bernardo/ Global Imagens

Retoma mantém-se em 2,3% mas petróleo sobe o triplo

combustiveis 8

APETRO rejeita acusação de lucro com descida do ISP nos combustíveis

Fotografia: DR

Grécia: Eurogrupo alcança acordo para a conclusão do último resgate

Outros conteúdos GMG
Trump promete “flexibilidade” nas tarifas para os “verdadeiros amigos” dos EUA