EUA

Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel

Donald Trump. Fotografia: REUTERS/James Lawler Duggan
Donald Trump. Fotografia: REUTERS/James Lawler Duggan

A embaixada dos Estados Unidos deverá mudar de Tel Aviv para Jerusalém.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu hoje Jerusalém como capital de Israel, afirmando que a decisão “há muito que já deveria ter sido tomada”. A embaixada dos Estados Unidos deverá mudar de Tel Aviv para Jerusalém.

“Decidi que este é o tempo para reconhecer oficialmente Jerusalém como a capital de Israel”, afirmou Trump. “Enquanto presidentes anteriores fizeram dela [a questão de Jerusalém] uma das principais promessas eleitorais, eles falharam no seu cumprimento. Hoje eu estou a cumprir”, acrescentou Trump.

O presidente norte-americano avança com a medida apesar de todos os avisos internacionais de que irá agravar o conflito israelo-palestiniano.

Trump escuda-se numa lei de 1995 que prevê a mudança da embaixada norte-americana para Jerusalém, e cuja aplicação foi adiada por presidentes anteriores, nomeadamente Clinton, Bush e Obama, para evitar mais tensões no Médio Oriente.

O estatuto de Jerusalém tem sido um dos temas mais difíceis de resolver no conflito entre israelitas e palestinianos. É um lugar sagrado para judeus, muçulmanos e cristãos. Israel defende que a cidade é indivisível e quer todas as representações estrangeiras em Jerusalém. Os palestinianos, por sua vez, exigem que o setor oriental da cidade seja capital de uma Palestina independente.

Esta decisão de Donald Trump agrada aos republicanos conservadores e aos cristãos evangélicos, que constituem uma parte importante da sua base de apoio.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Gustavo Bom / Global Imagens)

Sofia Tenreiro: “Estamos a captar os portugueses que não queremos que fujam”

Fotografia: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

Bitcoins ou libras de ouro? O que é mais fácil trocar?

Mário Centeno. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Fitch dá maior subida de rating de sempre a Portugal e coloca país no grupo da Itália

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel