Consumo

Um ‘pack’ de 6 cervejas por 22 euros? Este país duplicou o preço do álcool

9_beer cerveja copo

O Qatar reforçou as restrições à bebida proibida com um aumento de 100% sobre o imposto do álcool. Uma garrafa de gin pode custar mais de 80 euros.

Comprar uma cerveja no Qatar nunca foi tão fácil, mas os preços não acompanham a tendência. Um pacote de seis cervejas custa pelo menos 22 euros, graças a um aumento de 100% no imposto ao consumo do álcool, uma lei publicada a 31 de dezembro e que entrou em vigor no primeiro dia deste ano.

Num país onde as restrições ao álcool sempre fizeram parte da realidade do país, os preços do álcool duplicaram do dia para a noite. Segundo o New York Times, o Ministério das Finanças anunciou a 31 de dezembro um aumento de 100% no imposto ao consumo e as todas as importações de álcool. Com esta subida de preços, um pacote de 24 cervejas passa custar 382 riais, ou seja, mais de 90 euros. Uma garrafa de gin, por exemplo, pode ultrapassar os 80 euros.

Os novos preços aplicam-se apenas a estrangeiros, que ainda assim necessitam de permissão para comprar álcool. No Qatar, não é permitido beber álcool em público e nem todos os hotéis vendem álcool aos turistas.

Este aumento poderá gerar polémica, pois o país prepara-se para receber ao Campeonato do Mundo de Futebol em 2022, abrindo portar para 1 milhão e meio de visitantes estrangeiros. As autoridades já confirmaram que esta edição será mais restrita que as anteriores no que diz respeito ao consumo de álcool. Para contornar a situação, serão criadas áreas específicas para consumo de álcool no recinto.

Em novembro, o comité organizador do Mundial de Futebol tinha já anunciado que o consumo de bebidas alcoólicas será interdito nas ruas e em espaços públicos. Para contornar a situação, serão criadas áreas específicas para consumo de álcool no recinto.

Segundo o jornal norte-americano, o Governo do Qatar prepara-se ainda para aumentar drasticamente os impostos das bebidas açucaradas, do tabaco, das bebidas energéticas e da carne de porco.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Exportações e turismo afundam 9,6% e geram recessão de 2,3% no 1º trimestre

Cartões de crédito e débito. Fotografia: Global Imagens

Malparado: 10% das famílias com crédito está em incumprimento

Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Um quarto das empresas de alojamento e restauração está em incumprimento

Um ‘pack’ de 6 cervejas por 22 euros? Este país duplicou o preço do álcool