pitching

Como ganhar no pitching e vender a sua ideia

As dicas são de empresários, donos de start-ups emergentes e investidores, questionados pela <a target="_blank" href="http://edition.cnn.com/2014/11/05/business/14-secrets-perfect-business-pitch/index.html">CNN</a> durante a <a target="_blank" href="http://websummit.net/">Web Summit </a>realizada de 4 a 6 de novembro em Dublin, na Irlanda. Para captar a atenção de investidores e conseguir financiamento para o seu negócio, empenhe-se no pitching.

Primeiro passo: escolher o investidor certo. Muitos empreendedores podem ser pouco criteriosos e, dado o entusiasmo, apresentar a ideia de uma app de e-commerce a um investidor que se dedica a ferramentas de educação.

Crie uma história em torno da sua ideia, colocando problemas e oferecendo sugestões. Apresentar um negócio valendo-se de um fio narrativo é um grande atrativo para quem o está a ouvir. Contudo, deixe a sua história em aberto, faça os seus ouvintes quererem saber mais e questionarem-se sobre o que virá a seguir.

“Algumas das melhores ideias do mundo podem ser resumidas em uma ou duas frases”, explica Ciaran O’Leary, sócio da Early Bird. Por isso, torne a sua história clara, breve, mas memorável.

Não basta falar. A maioria dos investidores não vai ficar convencido com a simples apresentação de uma ideia. Para mostrar que o seu negócio é exequível leve um protótipo do produto, um plano financeiro bem delineado e sólidas perspetivas de futuro.

Nada é perfeito, sobretudo num estádio tão recente de criação de negócio. A sua ideia vai ter fragilidades, por isso não vale a pena escondê-las dos investidores. “É importante construir uma relação de confiança desde o início, acrescenta Ekaterina Gianelli, da emrpesa de capital de risco Inventure.

Auto-confiança é bom, mas não deixe que se transforme em arrogância. Se alguém recusar a sua ideia, não fique com o ego ferido. Pergunte porquê e absorva todas as críticas e sugestões de mudança.

Seja realista, não apresente dados e números que não correspondem à realidade.

Muitos dos acordos entre empreendedores e investidores se baseiam na química pessoal. Se gostarem de si enquanto pessoa terá mais possibilidades de conseguir financiar e concretizar a sua ideia.

A ideia foi sua e tem todo o mérito por isso. Mas quando constituir a sua equipa contrate pessoas tão ou mais inteligentes e o mais importante: confie nelas. Desentendimentos e desconfiança dentro da empresa pode ser determinante para o seu falhanço.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Imagem DVfinal

Uma ideia para o futuro de Portugal

José Galamba de Oliveira, presidente da Associação Portuguesa de Seguradores. (PAULO SPRANGER/Global Imagens)

“Catástrofes mais frequentes vão tornar os seguros mais caros”

(Joao Silva/ Global Imagens)

Transição das rendas antigas acaba. Cem mil famílias vão pagar mais

Outros conteúdos GMG
Como ganhar no pitching e vender a sua ideia