Dono da Virgin reage à morte do piloto: “O risco do turismo espacial vale a pena”

Para Richard Branson, apesar do acidente que matou um dos pilotos da nave SpaceShipTwo na sexta-feira, o risco "vale a pena". Em entrevista à CNN o dono da Virgin afirmou mesmo que será ele o primeiro passageiro na nave que levará turistas ao espaço.

Richard acrescenta ainda que nenhum dos 800 passageiros que mostraram interesse em pagar 250 mil dólares para ter a primeira experiência turística espacial desistiu, pelo contrário: na sexta-feira, depois do acidente, mais dois passageiros garantiram o seu lugar na nave da Virgin que os levará ao espaço.

A nave da Virgin Galatic SpaceShipTwo despenhou-se na Califórnia, durante um voo de teste, na sexta-feira 31 de outubro. Um dos dois pilotos morreu imediatamente e o outro ficou gravemente ferido.

Já várias vozes se insurgiram ao risco elevado das experiências da
Virgin Galatic, incluindo Miles O’Brien, analista de aviação da CNN.
O’Brien considera que Branson “tem prometido metas que simplesmente não vai conseguir atingir”.

Em 2007 três pessoas morreram e várias ficaram gravemente feridas durante a fase de testes ao motor da nave espacial.

A estas críticas Richard Branson respondeu relembrando os riscos das companhias de aviação comercial dos dos anos 20 e 30 e considera que o momento que vivemos agora, com possibilidades de turismo espacial, não é em nada diferente.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EDP_ENGIE2

EDP e Engie vão investir até 50 mil milhões para liderarem eólicas no mar

EDP_ENGIE2

EDP e Engie vão investir até 50 mil milhões para liderarem eólicas no mar

Da esquerda para a direita: Ricardo Mourinho Félix, secretário de Estado das Finanças, Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/Global Imagens

OCDE. Dinamismo das exportações nacionais tem o pior registo da década

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Dono da Virgin reage à morte do piloto: “O risco do turismo espacial vale a pena”