EDP Renováveis

EDP Renováveis vende 49% de parques eólicos no Brasil à China Three Gorges

A EDP Renováveis vendeu mais uma participação de 49% num conjunto de parques eólicos e desta vez foi no Brasil e à sua principal acionista, a China Three Gorges (CTG), que irá pagar 364,8 milhões de reais - ou 111 milhões de euros - por estes ativos.

De acordo com os comunicados da EDP e da EDP Renováveis divulgados ao mercado na segunda-feira à noite, a venda diz respeito a parques eólicos que já estão em operação e que têm uma capacidade instalada de 84 MW [megawatts] e uma idade média de quatro anos, mas também a 237 MW de parques que estão em desenvolvimento.

Todos eles – tanto os que estão em operação como os que estão em desenvolvimento – têm contratos de venda de energia por um período de 20 anos e com uma remuneração fixa que garante os investimentos.

Esta operação, que tem de ser aprovada pela autoridade da concorrência do Brasil e cuja conclusão só deverá ocorrer no primeiro semestre, faz parte do Acordo de Parceria Estratégica que a EDP e a CTG assinaram quando a empresa chinesa ganhou a privatização e comprou 21,35% da elétrica.

Nesse acordo, a CTG comprometeu-se a investir dois mil milhões de euros na EDP até maio de 2015 e através da compra de participações minoritárias em parques eólicos e outros ativos, como barragens, em todas as geografias onde a empresa portuguesa está presente.

Neste momento, desses dois mil milhões de euros, a CTG já investiu mais de mil milhões de euros não só na compra de parques eólicos, mas também barragens no Brasil e, segundo anunciado esta tarde, na subsidiária da EDP em Macau.

Mas a EDP Renováveis não vende participações minoritárias em parques eólicos só à CTG, mas também a vários investidores institucionais e, segundo o comunicado da empresa, com esta operação no Brasil a venda destes ativos ascende já a 1,2 mil milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
President of the European Commission Ursula von der Leyen (L) and President of the European Council Charles Michel give a press conference during the second day of a special European Council summit in Brussels on February 21, 2020, held to discuss the next long-term budget of the European Union (EU). (Photo by kenzo tribouillard / AFP)

Conselho Europeu termina em Bruxelas sem acordo

Jerónimo Martins é dona do Pingo Doce

Lojas Pingo Doce “que estavam perto da Mercadona cresceram”

Hebe

Jerónimo Martins expande marca Hebe para Eslováquia e República Checa

EDP Renováveis vende 49% de parques eólicos no Brasil à China Three Gorges