Petróleo

Eletricidade: Renováveis ultrapassam produção a gás e carvão em 2035

O peso das energias renováveis na produção de eletricidade a nível mundial vai subir de 21% em 2012 para 33% em 2040, estima a Agência Internacional de Energia na edição de 2014 do World Energy Outlook, que mostra as previsões de consumo e produção de todos os tipos de energia a nível mundial. <div> </div>

De acordo com o documento, publicado hoje, as renováveis vão suportar mais de metade do aumento da procura até 2040 e não só a produção será três vezes maior face a 2012 como irá ultrapassar o gás natural e o carvão após 2035.

Ainda assim, no global, os combustíveis fósseis continuarão a dominar o sector elétrico ainda que o seu peso na produção recue de 68% em 2012 para 55% em 2040.

Dado o investimento feito nos últimos anos neste tipo de tecnologias, as renováveis terão um peso de 37% na produção de eletricidade em todos os países da OCDE, mas a na China, Índia, América Latina e África o aumento da produção através das renováveis vai aumentar o dobro ate 2040. As eólicas são as que mais vão crescer, seguidas das barragens e depois da energia solar.

Perante este cenário não é, por isso, de estranhar que a a AIE diga que, apesar da eletricidade ser a forma final de energia que mais cresce – estima-se que sejam precisos mais 7200 GW de capacidade para suportar a procura em 2040 – é também a que mais contribui para a redução do peso dos combustíveis fósseis no mix global de energia.

Aliás, segundo o Outlook, as renováveis serão uma das responsáveis pela estabilização do consumo de carvão no mundo em 2040. A procura vai continuar a subir – 15% nesse ano – mas cerca de dois terços desse aumento ocorrerá nos próximos 10 anos dadas as medidas de eficiência energética para diminuir as emissões de CO2.

Por exemplo, na China, a procura irá atingir o pico em 2030 e depois começará a recuar, e nos EUA, o uso de carvão na produção de eletricidade vai afundar mais de um terço, fazendo com que a Índia se torne no maior consumidor de carvão antes de 2020.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Eletricidade: Renováveis ultrapassam produção a gás e carvão em 2035