Turismo

Hoteleiros estão preocupados com falta de pessoal

Os empregadores portugueses da área de turismo e lazer estão preocupados com a falta de "perfis fundamentais como chefes de cozinha e sommeliers" para as contratações de 2015, garante um inquérito da <b>Hays</b>, líder mundial em recrutamento especializado.

De acordo com dados do inquérito da recrutadora, 8 em cada 10 empregadores do sector afirmam ter dificuldades em identificar profissionais certos e confessam que, de alguma forma, essa tarefa já prejudicou os seus negócios, obrigando-os “a recrutar pessoas menos adequadas para a função, a repensar planos estratégicos e até mesmo a sofrer algum tipo de quebra nos resultados”. Ainda assim, 81% dos empregadores de turismo afirma que este ano quer recrutar novos colaboradores.

“O sector está a viver um momento de grande dinamismo, e ainda se encontra longe de atingir o seu potencial pleno. 2015 deverá ser ano de muitas movimentações no mercado de trabalho”, assegura Francisco Emauz Ribeiro, consultor de recrutamento especializado na área de turismo e lazer.

Elidério Viegas, presidente da Associação de Hoteleiros e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), admite dificuldades. “Existem hoje novas categorias profissionais que não existiam e que trazem outros desafios: agora, os hotéis exigem outras aptidões, pessoas com outras características. E muitas empresas estão a dar já essa formação suplementar contínua para irem respondendo às necessidades crescentes relacionadas sobretudo com a comunicação e as novas tecnologias”, afirma o responsável. De acordo com o presidente da AHETA, as escolas de hotelaria e turismo têm cada vez mais em conta o ajustamento e adaptação às necessidades do mercado, acompanhando o aumento do número de turistas em Portugal e nas unidades hoteleiras e de lazer no país.

O sector do turismo voltou a registar recordes em 2014, com aumentos na ordem dos 10% face a 2013. Além dos números em alta, Portugal foi reconhecido com três óscares do turismo mundial depois de, em agosto, ter conquistado 15 galardões no World Travel Awards.

O turismo em Portugal tem estado em destaque um pouco por todo o mundo, com distinções atribuídas a hotéis, restaurantes e entidades, bem como com a publicação de artigos em jornais e revistas internacionais dedicados ao país.

Só no Algarve, registou-se um recorde de dormidas em 2014, somando mais 760 mil dormidas nos primeiros dez meses do ano do que em 2013, anunciou o Turismo do Algarve. De janeiro a outubro de 2014, o Algarve contabilizou 15,5 milhões de dormidas, 11,2% acima do que que no período homólogo.

De acordo com o Bloom Consulting Country Brand Ranking, Portugal ocupa, atualmente, o 10.º lugar no ranking europeu de Turismo e a 22.ª posição a nível mundial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

App TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

Hoteleiros estão preocupados com falta de pessoal