Zara

Inditex compra edifício no SoHo novaiorquino para Zara com 4400 m2

A <strong>Inditex </strong>- dona da <strong>Zara, </strong><strong>Bershka, </strong><strong>Stradivarius, Oysho</strong>, entre outras - acaba de anunciar a compra de um edifício de 4400 metros quadrados no <strong>SoHo</strong>, um dos bairros comerciais mais conhecidos do mundo, em <strong>Nova Iorque</strong>. Nos planos da empresa, a abertura de uma nova loja <strong>Zara </strong>na cidade norte-americana.

O imóvel, localizado nos números 503-511 da avenida Broadway, entre as ruas Broome e Spring, é “um dos edifícios mais representativos da arquitetura comercial de Manhattan de finais do século XIX”, garante a Inditex em comunicado enviado às redações.

O negócio supõe um investimento de 280 milhões de dólares: no entanto, a estratégia comercial do grupo espanhol, garante a empresa, continua a ter como base o regime de arrendamento.

A nova loja de Nova Iorque, com data prevista de abertura no final de 2015, é um novo passo na estratégia de expansão da empresa no mercado norte-americano que o presidente da Inditex, Pablo Isla, considera “muito relevante”. “O modelo de crescimento assenta numa combinação de abertura de lojas de referência e expansão das vendas online”, detalha.

Leia mais: O Dinheiro Vivo foi conhecer o maior centro de distribuição e logística da Zara, em Arteixo, Coruña.

Além da loja de 4400 metros quadrados, a Zara prevê abrir mais duas lojas em Nova Iorque durante este ano: a primeira, com mais de 2800 metros quadrados, no World Trade Center, o centro financeiro da cidade de Manhattan; a segunda, a renovada loja da 5ª Avenida com a rua 42, prevista para a primavera, cuja dimensão crescerá mais de 50% até atingir os 4000 metros quadrados.

Leia mais: Um em cada três fornecedores da Zara é português.

Em março de 2012, a Zara apresentou o novo conceito de loja em Nova Iorque. Desde antes dessa altura, o mercado norte-americano tem sido um dos principais focos de expansão da marca. Além das três lojas em Nova Iorque, a Zara prevê abrir mais de uma dezena de outros pontos de venda nos Estados Unidos, em cidades como Nova Jérsia, Las Vegas, Los Angeles, San Diego, Boston, Sacramento, Houston, Dallas, Chicago, Seattle e Porto Rico.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O presidente do Novo Banco, António Ramalho, discursa na cerimónia de lançamento do Projeto de Divulgação Cultural do Novo Banco. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas. Novo Banco custa mais 0,3% do PIB em 2020, vírus não se sabe

(D.R.)

Compras portuguesas de cereais estão seguras. Consumo já cai e volta ao bairro

autoeuropa coronavirus

Siza Vieira: Nem estado de emergência impede Autoeuropa de reabrir a 20 de abril

Inditex compra edifício no SoHo novaiorquino para Zara com 4400 m2