smartphone

Kodak já apresentou o seu primeiro smartphone

É mais uma marca histórica da fotografia a tentar ganhar o seu espaço na era dos smartphones.

A Kodak pediu falência em janeiro de 2012, depois de ter despedido cerca de 50 mil trabalhadores. Um ano depois, renasceu, mas com um novo foco: produtos e serviços dirigidos às empresas. Na altura, a possibilidade de entrar na indústria dos smartphones ainda não era equacionada, pelo menos publicamente. Agora, a icónica norte-americana lançou o IM5, durante o Consumer Electronics Show, a decorrer em Las Vegas.

A ideia é ser simples e intuitivo, permitindo tirar e partilhar fotografias de forma também rápida e simples. E chegar aos consumidores que querem um smartphone, mas que não têm interesse nos aparelhos topo de gama das marcas mais conhecidas.

O Kodak IM5 tem uma câmara principal de 13 megapíxeis com auto-foco e outra frontal de 5 megapíxeis. Os utilizadores podem editar as fotografias no próprio aparelho ou mandar imprimir, através de uma aplicação compatível com impressoras.

O novo smartphone está ainda equipado com um sistema operativo Android, um processador octa-core de 1.7 Ghz e uma memória que pode ser aumentada até aos 32 GB, através de um cartão Micro SD.

Os aparelhos serão fabricados pelo Bullit Group, grupo britânico que produz equipamentos eletrónicos sob outras marcas.

“Este é um telemóvel para consumidores que apreciam o valor e a herança da marca Kodak. É fácil de usar e tem uma boa relação qualidade-preço”, diz, em comunicado, Oliver Schulte, CEO da Bullit Mobile.

O IM5 deverá chegar aos mercados europeus durante o primeiro trimestre deste ano, por 299 euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Pedro Fernandes

Há mais de 500 mil imóveis a pagar “imposto Mortágua”

Fotografia: Cristiana Milhão/Global Imagens

Compras em loja aumentam 12% e aproximam-se do pré-pandemia

portugal covid 19 coronavirus

1342 mortos e 31007 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Kodak já apresentou o seu primeiro smartphone