NearUs. O regresso das salas de IRC, mas em aplicação móvel

Quem cresceu nos anos 90 provavelmente utilizou salas de IRC para conversar na Internet. Amigos, conhecidos, desconhecidos, estrangeiros, cabia tudo naquelas salas caóticas em que cada um tinha um nickname e uma cor própria, para distinguir as frases.

Leia também: Startup portuguesa vence competição Coca-Cola no Web Summit

A tecnologia perdeu o apelo com as redes sociais, mas o conceito de comunidade é algo que continua a fazer sentido. Foi isso que os criadores da NearUs quiseram trazer de volta. Criaram uma aplicação que recria o conceito do IRC, mas desta vez para smartphone, e com base na localização dos utilizadores, buscando inspiração também nos walkie-talkies. A ideia é tão promissora que deu origem a uma empresa, sediada em Barcelos e com um investidor de peso: a YDreams, de António Câmara, já garantiu participação na sociedade.

“Esta aplicação é a mistura do walkie-talkie e de IRC. Só é preciso um nickname e temos de estar no mesmo local”, resume André Freitas, de 23 anos, um dos co-fundadores. O utilizador pode escolher se quer um raio de 100 metros ou 5 quilómetros, e poderá então falar com as pessoas que estão à sua volta. “O utilizador escolhe o seu raio de comunicação.”

A utilidade da aplicação foi demonstrada no mês passado, quando começaram os protestos em Hong Kong. A China bloqueou o Instagram no país e a NearUs teve um boom de downloads. A sua aplicação é óbvia em eventos, de entretenimento, trabalho ou desportivos. Os promotores podem usá-la para interagirem com os consumidores e criarem buzz. “Por exemplo, para escolher a próxima música ou votar o melhor jogador em campo”, refere. “É uma aplicação não só de conversação entre pessoas, mas pode ser uma plataforma para promover eventos.” Pode-se criar uma sala sobre tudo, desde futebol ao Ronaldo ou para a vizinhança.

O projeto começou por ser académico e rapidamente evoluiu. André Freitas, Rui Peixoto e Tiago Serra, estão agora a negociar investimento com parceiros nacionais e europeus. Esperam concluir a ronda até ao final do ano e dar o salto rapidamente para os Estados Unidos, algo que será possível através da integração no portfólio de soluções da Audience Entertainment. “Eles fazem eventos de grandes dimensões, em concertos e eventos desportivos. Têm vários produtos de interatividade e o nosso será mais um”, explica André Freitas. “Isso vai-nos ajudar bastante a entrar no mercado americano.”

A aplicação já está disponível em iOS e Android e estará em breve para Windows Phone. No primeiro dia de promoção, tiveram duas mil descargas. Já a testaram em vários países, incluindo numa conferência de negócios na Holanda. “O modelo de negócio vai ser em parceria com eventos. Oferecemos um serviço de interatividade e a possibilidade de introduzir anúncios”, adianta o engenheiro. Uma empresa que queira estar numa final da Taça de Portugal pode não ter dinheiro para anunciar no estádio, mas consegue-o com a NearUs. “Através desta plataforma, pode estar em contacto com muitos utilizadores e é consideravelmente mais barato do que ter um anúncio no estádio.” A sala pode ser personalizada e ter o logótipo da marca.

Do ponto de vista do consumidor, a utilização é simples: descarregar a aplicação, definir o raio de comunicação e procurar salas, ou fazer uma. Depois, é só criar o nickname e entrar. “Quando toda a gente sai, a sala desaparece, bem como as suas mensagens.” Podem adicionar fotos e partilhá-las no Facebook ou no Twitter, mas nada é armazenado. “Damos liberdade de expressão, sem controlo. A única barreira é a distância.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Estado abdica de 10,8 mil milhões de receita fiscal

casas-do-airbnb_16b

Casa deixa de contar para o IRS quando se muda o crédito de banco

Fotografia: Nacho Doce/Reuters

Oi. “Centenas” de obrigacionistas portugueses não conseguiram fechar acordo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
NearUs. O regresso das salas de IRC, mas em aplicação móvel