Resoluções de Novo Ano de Luís Portela: “Criação de valor”

Luís Portela é presidente da Bial, e os seus desejos para o país são focados na criação de valor, enquanto que os pessoais passam pelo que chamou "a transformação pessoal como contributo para a paz".

Das muitas resoluções que Luís Portela possa ter tomado para este ano que agora tem início, destacou uma para o país e outra a nível pessoal. Saiba quais foram.

“Para o país desejo que se foque na criação de valor, que os governantes, os empresários, alguns universitários, autarcas saibam dar prioridade à criação de valor”.

E explica: “Penso que o país tem criado riqueza de conhecimento nas universidades e institutos de investigação ao longo dos últimos anos, mas não tem sabido transformar esses conhecimentos em produtos competitivos a nível internacional”.

Para Luís Portela “é essencial que de uma vez por todas o país seja capaz de transformar em riqueza material o que até agora é apenas riqueza de conhecimento”.

A nível pessoal, o seus desejos passam por “construir a paz e a harmonia no meu núcleo familiar e na minha empresa, como contributo para a paz e harmonia que desejo para o mundo inteiro”.

E Luís Portela dá uma lição: “Quando se fala em paz e harmonia logo se pensa que isso deve ser conseguido pelo Obama, pelos israelitas e palestinianos, mas essa paz e harmonia cabe a cada um de nós, ou seja começa por nós, por sermos capazes de as construir nas nossas famílias, nas nossas empresas, é um pequeno contributo para o mundo, mas é o nosso. Ou seja, a transformação começa por nós”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Resoluções de Novo Ano de Luís Portela: “Criação de valor”