candidatura a emprego

Tem uma entrevista de emprego? Veja que o que a linguagem corporal revela sobre si

Os primeiros 15 segundos são cruciais para causar uma boa impressão numa entrevista de emprego. Por isso, deve ter atenção a todos os detalhes, sobretudo à linguagem corporal.

Lembre-se que o recrutador vai estar a observar os seus movimentos. A forma como entra na sala, cumprimenta e se senta; a forma como fala e gesticula; para onde dirige o olhar, enquanto argumenta; as atitudes, os gestos e os movimentos; o tom de voz e a forma de se expressar, são alguns dos comportamentos, que revelam a sua personalidade, nível cultural e educação.

Veja também o artigo: “Tem uma entrevista? 13 conselhos para se vestir como deve”

1. Cumprimente sempre com um aperto de mão firme

Entre na sala de forma decidida, mostrando confiança. O aperto de mão deve ser firme, mas sem exercer demasiada força para não magoar. Sorria e estabeleça contacto visual com o entrevistador. Este é um dos gestos mais importantes, porque marca o tom da conversa. Se levar uma pasta ou mala, de preferência use-a na mão esquerda, de forma a dar um aperto de mão sem se atrapalhar.

Palavras como “muito prazer” depois da apresentação; “com licença” ao sentar-se; e “obrigado/obrigada” ao sair, ficam sempre bem. E não se esqueça de desligar ou de tirar o som ao telemóvel, antes da entrevista.

2. Respeite o espaço pessoal de distância e tenha atenção à sua postura

Mostre-se atento e simpático. Tente não se aproximar demasiado do recrutador, mantendo cerca de um braço de distância. Sente-se apenas quando o entrevistador lhe pedir para o fazer. Adopte uma postura direita, mas não demasiado rígida, de modo a não deixar transparecer tensão e nervosismo.

Descontraia os ombros e mantenha os braços descruzados, sem colocar os cotovelos em cima da mesa, mostrando que está atento e receptivo à conversa. Enquanto o entrevistador fala incline ligeiramente o corpo para a frente, pois demonstra interesse no assunto. Além disso, não cruze as pernas e mantenha-as juntas.

3. Alinhe o corpo e não coloque barreiras

Ter o corpo alinhado com o interlocutor revela interesse. Se levar uma pasta ou mala não a coloque à sua frente, pois funciona como uma barreira e revela insegurança e ansiedade.

4. Sorria e olhe para a pessoa com quem está a falar

Mantenha sempre um ar alegre, bem-disposto e sorria, pois vai ajudar a criar empatia com a outra pessoa. Evite falar e olhar para baixo ou para o lado, pois revela timidez, fraqueza e distanciamento. Se olhar para o interlocutor mostra que está focado e interessado em ouvir o que ele diz. Acenar com a cabeça é também uma boa forma de demonstrar ao entrevistador que compreende, concorda e que está a dar atenção à conversa.

5. Antes da entrevista, treine ao espelho

É importante ter noção da sua linguagem corporal e compreender que imagem quer passar. Por isso, se treinar ao espelho tem uma maior noção dos aspectos a melhorar na sua postura.

6. Use as mãos quando fala, mas com moderação

Gesticular reforça a sua credibilidade e ajuda no processo de raciocínio, mas mantenha alguma contenção nos movimentos. Deve passar uma imagem de calma, determinação e de quem controla as suas emoções, sobretudo em cargos de liderança. Evite brincar com o anel, o relógio ou a caneta; rodar na cadeira ou roer as unhas; pois revela ansiedade.

7. Tenha atenção à linguagem e evite falar demais

Fale de forma clara, objectiva e sucinta, sem se perder em muitos pormenores, pois pode tornar-se cansativo e dispersar. Evite também interromper o entrevistador, espere que este termine para depois responder. A linguagem também é muito importante, por isso atenção aos erros de concordância verbal, gírias e piadas.

A conversa deve transmitir entusiasmo, motivação, ambição (moderada), segurança e credibilidade. Não dê muita informação sobre a sua vida pessoal, aborde este assunto de forma discreta. Omita desgraças e frustrações, que até podem emocionar o entrevistador, mas não serão motivo de contratação.

9. Evite falar mal da antiga empresa

Não critique o anterior chefe, os clientes e os colegas de trabalho. Esta abordagem vai passar uma má impressão e pode ser um obstáculo à sua contratação. Deve manter o respeito mútuo, sigilo e discrição. Guarde as mágoas, ressentimentos e injustiças para si. Concentre a conversa no seu desempenho profissional, rotina de trabalho, deveres e obrigações.

10. Prepare-se para as perguntas mais frequentes

Esteja preparado para responder a questões profissionais, vida pessoal e personalidade. Como tal, prepare as suas afirmações em casa. Durante a entrevista, muitos entrevistadores fazem perguntas como: “qual a remuneração que acha adequada?”; “Porque deverei contratá-lo?”; “Porque pensa ser uma mais-valia para a empresa?”; “Onde se vê daqui a cinco anos?”; “Porque escolheu esta área?”; “Quais são as suas qualidades e os seus defeitos?” e “O que considera mais importante no trabalho?”. Mostre-se calmo e confiante a dar as respostas.

Rita Carvalho

Consultora de Comunicação e Imagem

In Styleland – Image and Communication Consulting

Facebook: https://www.facebook.com/InStyleland

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa

Casas estão mais caras em todo o país. Grandes subidas chegam às periferias

Mario Draghi. Fotografia: BCE

Draghi afasta cenário de nova recessão até 2020 pelo menos

O presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, e  o presidente do conselho de administração, Miguel Frasquilho. FOTOGRAFIA: Tiago Petinga/Lusa

TAP foca estratégia de crescimento na América do Norte

Outros conteúdos GMG
Tem uma entrevista de emprego? Veja que o que a linguagem corporal revela sobre si