rede social

Zomato quer dobrar equipa em Portugal até final de 2014

A Zomato anda à procura de pessoas com experiência comercial e de conteúdos para ampliar a equipa em Portugal e expandir-se, finalmente, para o Porto até final deste ano.

A aplicação, que é uma rede social de foodies – que permite a partilha de fotografias e testemunhos sobre restaurantes – foi criada na Índia e arrancou em Portugal – o primeiro país da zona Euro a pertencer à lista de 41 cidades em 12 países, em abril deste ano.

Na equipa de Lisboa trabalham 23 pessoas e, segundo Miguel Ribeiro, diretor-geral da Zomato para Portugal, até ao final do ano a equipa deverá chegar perto das 50 pessoas (já incluindo o novo escritório do Porto). Veja as ofertas aqui.

“Para a parte comercial, procuramos séniores com alguma experiência de vendas e capacidade de liderança, sobretudo para ser diretor de área do Porto”, explica Miguel Ribeiro.

A aplicação
para smartphones funciona como um fornecedor de informação gratuito para
os seus utilizadores e reúne detalhes sobre
restaurantes e bares, que são constantemente atualizados. Na altura do lançamento, Miguel Ribeiro explica a escolha de Lisboa pelo facto de Portugal ser “um mercado muito particular
porque tudo o que fazemos, fazemo-lo à volta da mesa. Isso torna o
mercado português um país bastante interessante para a Zomato
“.

Criada
em 2008, a aplicação que serve de montra a mais de 221 mil restaurantes
e bares para 16 milhões de utilizadores escolheu Portugal para ser o
seu 12º mercado e terceiro na Europa, depois de Reino Unido e Turquia. A empresa tem um investimento previsto em Portugal de 4 milhões de euros nos dois primeiros anos (até final de 2016).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Zomato quer dobrar equipa em Portugal até final de 2014