Vinho Verde

A&D Wines lança colheitas de 2017 de Casa do Arrabalde e Espinhosos

Casa do Arrabalde e Espinhosos 2

A A&D Wines é um projeto desenvolvido por Alexandre Gomes e Dialina Azevedo em Baião

Já chegaram ao mercado as colheitas de 2017 dos vinhos Casa do Arrabalde e Espinhosos. Com origem nas duas quintas, na região de Baião, onde a família iniciou o projeto empresarial A&D Wines, estes dois brancos expressam o “caráter único do terroir” e também a “ligação orgânica” de Alexandre Gomes e Dialina Azevedo às suas origens.

“Os vinhos Casa do Arrabalde e Espinhosos marcam o início do nosso projeto familiar e sobretudo evidenciam as nossas origens e de onde partimos para o nosso percurso vitivinícola. Foram os primeiros vinhos que lançámos no mercado, em 2007 e 2009, e que fazemos questão de apresentar como vinhos de quinta, reforçando as nossas origens e lembrando o legado que nos foi deixado, em especial na Casa do Arrabalde, que está na família há seis gerações”, diz o produtor, Alexandre Gomes, em nota de imprensa.

Com cinco hectares de vinha, da propriedade Casa do Arrabalde vêm as castas Avesso, Alvarinho e Arinto produzidas em field blend com recurso a práticas de agricultura sustentável. Delas resulta o vinho Casa do Arrabalde, “fresco e com grande mineralidade” e que, na colheita de 2017, “demonstra equilíbrio com um toque de fruta fino e delicado e um final prolongado”.

Já a Quinta dos Espinhosos, com os seus sete hectares de vinha, dá nome ao segundo branco. Esta é a primeira propriedade da A&D Wines com certificação de produção biológica. As uvas das castas Avesso e Chardonnay cultivadas na propriedade usufruem de exposição solar privilegiada, dando origem a um vinho de “cor palha aberto com tons cristalinos, aromas de fruta branca com um palato rico”. O Espinhosos 2017 apresenta-se “perfumado e elegante”, com o Chardonnay a “dar corpo e untuosidade” e o Avesso a “trazer a frescura citrina que equilibra este conjunto”.

Ambos têm um preço de venda ao público de 6,5 euros a garrafa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
A&D Wines lança colheitas de 2017 de Casa do Arrabalde e Espinhosos